Ser um real vencedor

A vida não deixa de ser um jogo. Um jogo de jogar e de perder. Nós podemos perder para nós mesmos, e isso acontece quando não fazemos o bem que gostaríamos de fazer, e ainda, quando fazemos o mal que não queremos fazer.

Nestas ocasiões um sentimento de derrota toma conta de nosso coração. E sentimo-nos muito mal.

Nas lutas com você mesmo, seja sempre um vencedor, isto é, faça o bem que gostaria de fazer. Não faça o mal que não quer fazer.

Não há recompensa maior do que auxiliar alguém quando podemos fazê-lo, e a alegria que invade o nosso coração quando nos sentimos úteis numa ação de fazer o bem, é inquestionável.

Penso que um dos piores defeitos do homem é negar ajuda ao semelhante, quando é possível fazê-lo. O desprezo pela dificuldade do outro, torna-o desprezível. Os desprezíveis são mal humorados.

Este sim é o principal defeito do homem, porque gente de mau humor só dá trabalho. Só faz bobagens!

Viver bem humorado, e sempre irradiando alegria é o melhor de todos os remédios. Aqui vale recordar Molière, pois ele dizia que a maioria dos homens morre mais pelos seus remédios, do que pelas suas doenças. Como isso é real nos dias de hoje!

Amar as pessoas como amamos a nós mesmos é um ensinamento de Jesus Cristo. Amar as pessoas é a forma mais inteligente de viver a vida de forma completa e intensa. Jesus só esteve na Terra por trinta e três anos, mas foi o maior e melhor “coach” da humanidade.

Amar as pessoas faz um bem danado a você próprio, e o inverso é veneno para você mesmo. Odiar alguém é tomar veneno para si próprio!

E, vivemos um mundo tão louco e tão transformado, que muitos consideram uma idiotice ser honesto, com tanta desonestidade que vimos acontecer.

Ora, a honestidade é e será a sua arma mais forte para todas as suas batalhas. Para pessoas honestas e transparentes, as crises são breves e os períodos de prosperidade são longos, porque a boa reputação é um segundo patrimônio. Possivelmente o seu maior patrimônio.

E, pouco adianta caluniar pessoas honestas. Isso só tem efeito em pessoas com o mesmo caráter dos caluniadores. Pense bem nisso, antes de falar mal dos outros. Preocupe-se com a sua própria vida.

E nós só seremos vencedores com ação. É a ação que transforma o mundo e que faz tudo acontecer. A fé sem obras é morta!

Tenha um ideal em sua vida. Um ideal pelo qual valha a pena viver. E, descubra o seu desígnio, isto é, o real motivo pelo qual você vive, e então tenha aptidão e perseverança suficiente para alcançá-lo.

E ao realizar o seu desígnio, você se encherá de júbilo. Eainda, viverá a verdadeira felicidade quando este desígnio estiver alinhado com o desígnio que Deus estabeleceu para sua vida.

Isto, meu prezado leitor, é ser um real vencedor!

*João Antônio Pagliosa é engenheiro agrônomo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *