Início » Fernando Antônio Carneiro de Carvalho » Reino Unido cria imposto sobre Coca-Cola e outras porcarias açucaradas

Reino Unido cria imposto sobre Coca-Cola e outras porcarias açucaradas

A iniciativa foi do político George Osborne. Provavelmente é o resultado do trabalho da ONG ACTION ON SUGAR que luta para que empresas, governo e parlamento atuem no sentido de combater o consumo de açúcar. O Reino Unido é o país mais gordo da Europa. E os refrigerantes são os principais transportadores de açúcar para a barriga das pessoas especialmente das crianças.

O objetivo além de contribuir para melhorar a saúde da população. É fazer uma economia de cinco bilhões de libras gastos com doenças secundárias à obesidade.

A lei está aprovada desde o ano passado (2016), mas só vai entrar em vigor no ano que vem (2018). Provavelmente para dar um tempo para os fabricantes adaptarem a linha de produção. Serão taxados a Coca-Cola, a Red Bull e vários outros. O valor da taxa ainda não foi definido, ativistas defendem 20%. Aumentar o preço de alimentos nocivos e baixar o preço dos saudáveis é uma iniciativa alvissareira. Mas a solução do problema só acontecerá com a PROIBIÇÃO DA ADIÇÃO DE AÇÚCAR AOS ALIMENTOS.

O chefe celebridade JAMIE OLIVER, hoje um destacado membro da resistência à ditadura do açúcar, ficou eufórico com a nova lei e postou no Twiter:

“Vencemos, nós vencemos!
Uma taxa sobre bebidas açucaradas!
É uma vitória profunda que vai causar reboliço
em todo o mundo!
Lucros não devem prevalecer
sobre a saúde de nossas crianças!
Primeiro a saúde das nossas crianças!
Certo! Corajoso! Razoável!
E apoiado pelas pessoas certas!
Agora é continuar com o movimento
que em breve virão notícias fantásticas!!!

*Fernando Antônio Carneiro de Carvalho é historiador, formado pela Universidade Federal Fluminense, autor do livro “Açúcar, o perigo doce”.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*