Início » Wilson de Oliveira » Quanto deveria ganhar um professor?

Quanto deveria ganhar um professor?

Quanto deveria ganhar um professor?Já tem alguns dias que venho vendo uma charge circulando pelo Facebook sobre o salário-base dos professores municipais ter passado a ser menor que o dos garis na cidade do Rio de Janeiro, justificando-se pela importância maior dada pelos políticos ao lixo do que ao ensino de qualidade. Considero que os garis têm que ser bem remunerados sim, como toda e qualquer profissão, e que foram inteligentes na condução de sua greve durante o carnaval, surpreendendo a administração pública municipal, que certamente os considerava apenas como um apêndice da vassoura com que trabalham. A questão não é debatermos qual categoria deve ganhar mais, e sim que os professores devem ganhar bem. E não digo ganhar apenas do ponto de vista financeiro não, mas também perceberem o reconhecimento de sua função social, e não servirem mais de piada quando o assunto é ganhar mal. Não devemos fazer chacota da profissão mais importante de uma sociedade civilizada.

O fato é que hoje em dia não conheço nenhum professor que tenha optado pela profissão visando os ganhos. Até pelo contrário, pois conheço professores abandonando o magistério por este motivo, já que o que recebem de remuneração e a falta de condições de trabalho geram um tal desestímulo que preferem optar por outras carreiras. Mas, é fato que a grande maioria é levada às salas de aula pela vocação mesmo. Uma vocação que fala bem mais alto, que chega a estar até acima da razão. É uma paixão! Apesar das muitas pedras no caminho…

Eu mesmo tenho um amigo que começou recentemente a ministrar aulas numa escola pública da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro e, em menos de um mês já sofreu agressão física de uma aluna, que chegou a lhe tirar sangue! A diretora da escola implorou que ele não pedisse exoneração ou para sair da escola, já que ela não conseguia nunca ter professores que suportassem aquela turma. Ele que pensava se utilizar de técnicas pedagógicas de Paulo Freire, quase teve que aderir à táticas de guerrilha para sobreviver à turma. Quanto um professor nestas condições deveria ganhar? Apenas milhares de reais por mês, mas nada mudando, ou um salário decente, mas com respeito e reconhecimento da importância de seu trabalho? Garanto que a grande maioria dos professores dirão a segunda opção.

Todos já sabemos que não há político no Brasil interessado em ter um povo realmente letrado, com condições de perceber o quanto é usado e preterido por aqueles que mamam nas tetas do poder. Todos já sabemos que nossos políticos só lembram que o povo existe na hora de votar. Por isso que apesar de considerar a charge muito bem feita e oportunamente empregada, lamento pela desvalorização da profissão de professor. Eu gostaria que fosse bem diferente.

A verdade, é que ninguém escolhe ser professor para ficar rico, mas sim para ajudar, de forma concreta, a preparar um ser humano para a vida. E isto bem feito, não há dinheiro, mesmo que muito, que pague.

*Wilson de Oliveira é mineiro de Cataguases e divide sua vida entre Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*