Quais os benefícios da Cabala?

Ultimamente, um número considerável de pessoas tem me perguntado a respeito dos benefícios que a Cabala pode nos oferecer. Para começar a responder sobre essa questão, é preciso deixar bem claro o que a Cabala não é, pois assim ficará mais fácil enumerar o que ela pode acrescentar em nossas vidas. A Cabala não é misticismo no sentido de coisas sobrenaturais e ocultismos (embora a tradição cabalística foi confiada à poucos iniciados ao longo da história, logo ficou oculta para a grande parte da população que não se encontrava desperta para acessar tais conhecimentos), nem religião, embora um cabalista autêntico é um místico por natureza em função de ter passado pela experiência do despertar da consciência e ter ciência do mundo espiritual, e os arquétipos fundantes da Cabala encontram-se presentes no background de todas as religiões do mundo.

A Cabala não pertence ao judeus e também não é exclusividade de nenhum povo em especial, pois seus princípios arquetípicos se encontram em todas as culturas desde as épocas mais remotas da antiguidade.

A Cabala também não é mágica, pois seu foco encontra-se no conhecimento relacional do microcosmos (homem) com o macrocosmos (universos), logo, é um sistema voltado para o autoconhecimento das coisas visíveis e invisíveis, proporcionando ao homem a possibilidade de reconstrução do seu Ser Primordial (Adam Kadmon), ou seja, reconhecer que sua essência é imortal e divina, assim, retornar ao seu “estado paradisíaco”.

A Cabala Autêntica, também chamada Cabala Primordial, não tem em seu escopo de ensinamentos práticas supersticiosas e nem crendices religiosas como utilização de fitinhas vermelhas, pantáculos, invocações de círculos mágicos, acompanhamentos lunares, filactérios, símbolos de proteção, jejuns e feriados, orações e rezas poderosas, pois isso tudo faz parte da religiosidade judaica, e não dos princípios cabalísticos. Outra coisa importante, é que todos sem exceção, ao contrário do que os judeus dizem (só poder estudar Cabala a partir dos quarenta anos, ser casado e possuir filhos, etc.), podem estudar a Cabala, basta ter um grande sentimento e vontade interior de estar em contato com esses ensinamentos e querer saber sobre o significado da vida.

Agora que já vimos acima tudo o que não corresponde a Cabala, vamos falar do seu poder terapêutico com seus benefícios. O primeiro benefício que a Cabala nos proporciona, é a recordação da situação em que nos encontramos, num estado de sono, e que é preciso despertarmos para uma realidade superior através da lembrança de Si e sua relação com o universo, ou melhor, com a fonte de luz primordial, pois vivemos no mundo do 1% e precisamos aprender a nos conectar com o mundo dos 99%, onde passamos a ter acesso aos arquivos akáshicos, o grande HD cósmico, onde tudo encontra-se registrado e acessível a todo momento àqueles que o acessam. Outro aspecto positivo da Cabala, é que seus ensinamentos capacitam você para uma mudança considerável de vida, mais positiva, eliminando padrões repetitivos e sistemas de crenças limitantes.

A Cabala também nos oferece a poderosa ferramenta da meditação, com o intuito de apaziguar a nossa mente inquieta, proporcionando o despertar das faculdades intuitivas e nos trazer para a atenção plena, aumentando o nosso poder de raciocínio, memória e criatividade. A partir desse processo de despertar, você passa a ter uma percepção expandida dos diferentes níveis de realidade, inclusive restabelecendo a percepção metafísica.

Outro benefício da Cabala, é a harmonização do seu Ser (individuação) com o Cosmos (totalidade), despertando dentro de si o desejo de receber luz duradoura com o intuito de compartilhar, ou seja, você passa a ser uma pessoa muito mais generosa e misericordiosa perante o mundo, de forma que a sua luz atrairá padrões vibratórios elevados para você e aqueles que encontram ao seu redor. Agora em um nível mais elevado, a Cabala tem o poder de ativar o nosso DNA metafísico proporcionando a eliminação do caos em nossa vida pessoal.

Em síntese, a sua evolução através da Cabala, dependerá exclusivamente de você, do seu interesse sincero, sua disciplina em cima dos estudos e práticas direcionadas e da sua relação consigo mesmo através da maior ferramenta cabalística que é o autoconhecimento, ou seja, quanto mais você se empreender a conhecer a si mesmo, assumindo todas as responsabilidades pela sua existência, não culpando ninguém e suspendendo o juízo, apenas observando o processo, logo você estará vivendo em um novo padrão vibratório, como Jesus disse: Eu e o Pai Somos Um, ou quem vê a mim, vê ao Pai.

*Kadu Santoro é teólogo consultor em espiritualidade, escritor, professor e pesquisador, residente na cidade do Rio de Janeiro, responsável pela publicação do Jornal Despertar, um informativo teológico e filosófico e do blog www.jornaldespertar.blogspot.com

Sobre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *