Início » Wilson de Oliveira » Professores e escolas que não ensinam

Professores e escolas que não ensinam

Professores e escolas que não ensinamAqui no Brasil os alunos não são ensinados, são adestrados! E isto vem se arrastando há décadas, desde que as instituições de ensino passaram a se preocupar em preparar seus alunos apenas para o vestibular e o ENEM e não para vida, como deveria ser.

Há muito que virou certeza no imaginário do brasileiro que só cursando faculdade é possível ter-se uma melhor qualidade de vida e sucesso profissional. Dessa forma, ingressar numa faculdade, de preferência pública, acabou virando o objetivo de quase todos os alunos que almejam alcançar algo em sua existência.

Assim, deixou-se de investir na capacidade de raciocinar dos alunos ou desenvolver-lhes suas devidas aptidões, para um verdadeiro fast-food educacional, visando meramente resolver questões de provas. O aprender a pensar tornou-se um objetivo menor.

Acusa-se os governos militares pela destruição do ensino público de qualidade, mas há quase três décadas eles não estão mais no poder e nada melhorou, muito pelo contrário. A mediocridade do ensino, seja público ou privado, aumenta a cada ano, com as bênçãos dos atuais governos civis, em sua essência corruptos, financeira e ideologicamente.

Sei que muitos professores lutam para que isto mude, mas o sistema que lhes é imposto não permite. Dessa forma, eles “ensinam” sabendo que não estão ensinando, e os alunos “aprendem” acreditando que estão aprendendo. O que nós temos são salas de aula vazias de ensino e aprendizagem de qualidade. É um processo nefasto, que impede que nossos jovens tenham uma plena percepção do mundo e não os deixe preparados para a vida futura. Estamos formando pessoas vazias de saberes, que sabem apenas o essencial para cumprirem medíocres atividades laborais, sem ter a ciência do porquê de suas atividades. É como jogar uma bolinha para um cão pegar: ele pega e traz para dono, mas não sai disso. Repete a mesma atividade, que se torna mecânica, mas que não o faz deixar de ser o que é.

Lamento muito que muitos professores estejam acomodados neste formato que aí está. Não é raro aquele professor que, antecedendo uma prova, ministra aos alunos um questionário de vinte perguntas, das quais cinco ou dez cairão na prova.

Logicamente que nem toda instituição de ensino no Brasil é assim. Em algumas raríssimas exceções, os professores podem de fato ensinar e os alunos aprender, verdadeiramente, a pensar. Quando será que no Brasil teremos estas ótimas escolas para todos os nossos alunos? Quando?

*Wilson de Oliveira é mineiro de Cataguases e divide sua vida entre Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Comentários

  1. Joao Victor disse:

    Concordo, concordo muito com você no sentido que a educação perdeu seu foco, com certeza hoje, não visamos a formação do indivíduo, mas sim a aprovação dele em avaliações, porém discordo muito no de você em algumas partes do seu texto onde vc responsabiliza indiretamente o professor por isso. Os professores também são vítimas de uma política no momento Utópica, onde o que está escrito está longe de ser vivído. Como pode o governo estabelecer que a função da educação e desenvolver o indivíduo de forma integra levando ao desenvolvimento do pensamento crítico e continuar avaliando os alunos e asescolas com avaliações externas, onde em suas grande maioria são combradas os descritores referentes a apenas duas disciplinas (Português e Matemática). è por isso que discordo de você pelos culpados da situação está de entregue a esse sistema de avaliação.

  2. Os Pais nao sao donos dos filhos e sim resposavéis por eles. A base e alicercero da educacao tem como base o lar.
    Filhos teem os pais como ponto de referência.
    Escola é uma continuacao de socializacao e entrozamento entre a escola apoiando os pais estimulando para canalizar a crianca de terem conhecimentos e apreender seus deveres como individuo como também exigir seus direitos na sociedade.Tendo a direcao de preparar o a aluno(a) ajudando(a)na escolha de uma profissao. Mas tudo depende das estruturas e planejamentos.A escola tem a responsabilidade de contribuir com material escolar; infelizmente muitas escolas o professor(a) tem que comprar matérial para os alunos tirando dinheiro do próprio bolso,como pode funcionar?Cabe o departamento escolar ter planos feitos com antecedência facilitando o ensinamento para que se tenha um resultado eficiente onde todos sejam beneficiados.

  3. LUIZ CARLOS VALÕES CORDEIRO disse:

    Voçes precisam ver o que acontece aqui el Alagoas em geral e em um tudo.
    Ensinar em escolas publicas em Maceió é um desafio e tanto,conviver com filhos de marginais;traficantes;assassinos e outras porcarias humanas que de humanos não tem porra nenhuma.
    Sem contar com a falta de respeito dos pais e familiares que acham que o professor tem que tomar contas das feras sua,e os governantes não estão nem ai pra nada.E teve um imbecil safado que criou uma metodologia imbecil também que crianças ou crionças doentes mentais tem que frequentar as mesmas escolas que as normais.
    Só nesta merda de pais que acontece isso,e enquanto tudo acontece os ladrões políticos ficam milionários e ricos a cada mandato e os professores que se fodam e tomem mesmo é nu cú sem cuspe mesmo isso é a educação filha da puto da colônia chamada BRASIL.

  4. JClaudio disse:

    Faço parte de um grupo no Instituto Brasileiro de Desenho Instrucional, site wwwibdin que acredita que parte da soluçao inclusive para valorizaçao dos professores pode ser conseguida com a capacitaçáo em desenho instrucional por meio da qual com uso de novas tecnologias o professor sendo treinado para utilizar os conteudos direcionando uma interatividade com os conteúdos alcança melhor reflexáo pedagógica. O DI ensina que as avaliaçoes devem refletir o entendimento pratico dos conteúdos e náo apenas aprovar ou reprovar. Acho que todos deveriam conhecer sobre o DI nas webconferencias gratuitas com direito a certificado pelo site wwwibdin ou ver as noticias sobre os metodos e objetivos com novas tecnologias no facebook/ibdin.

  5. Ernandes disse:

    Por Que o professor é culpado? Acredito que a sede pela busco do novo, ser critico, não aceitar o que os outros impõem, essas são questões fundamentais que faltam aos professores em sua grande maioria. Essas colocações por parte de alguns teóricos e a mídia, são constantemente publicadas a respeito desses profissionais, que por sua vez são mal remunerados, vivem situações de precariedade em seus locais de trabalho e não tem condições de se atualizar tendo em vista os salários que recebem dos órgãos o qual presta serviço, considerado esses atenuantes, faz com que os professores em sua grande maioria levam essa culpa! Eu sou pós-graduado em minha área de atuação, busco sempre me atualizar e não abraço idéias da parafrasista de plantões, pois sempre busco me atualiza, sem depender do estado. Contudo os Culpados são os governos que em seus projetos pedagógicos prever uma aprovação automática, assim como os investimentos na carreira dos profissionais da educação é zero, outro fator agravante são os familiares que não dá o devido valor na participação da vida estudantil do filho, todos esses fatores quase ou nunca são pontuados por esses parafrasitas meia boca que não tem teoria própria e busca traduzir obras estrangeira como suporte de suas ideologias. Tendo em vista os vários pontos enaltecido aqui posso destacar que os professor que se quer atualizar eles tem que pagar caro, ou seja, desembolsar de seus próprios salários para uma atualização, para ter uma retorno zero em suas remunerações. Enquanto tivermos governos sem compromissos com o público iremos ter uma educação, saúde, de segurança de péssima qualidade.

  6. Ozeias disse:

    O titulo da matéria deveria ser: alunos que não querem aprender, pois por mais que alguns professores se dediquem a ensinar o que vemos hoje na maioria das escolas, são alunos dispostos a não aprender. Então eis a pergunta: como ensinar alguém que está disposto em não aprender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*