Início » Políbio Braga » Moro condena Lula a nove anos e meio de cadeia

Moro condena Lula a nove anos e meio de cadeia

Lula é oficialmente corrupto: ele foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em uma ação penal que envolve o caso da compra e reforma de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo. Eles foi condenado a nove anos e seis meses.

A sentença foi publicada nesta quarta-feira.

CLIQUE AQUI para saber quem foram os outros condenados.
CLIQUE AQUI para saber dos outros processos.

Moro diz que Lula cometeu muitos crimes

Na sua sentença, o juiz Sérgio Moro diz que não tem prazer algum em condenar Lula:

Pelo contrário. É de todo lamentável que um ex-presidente da República seja condenado criminalmente, mas a causa disso são os crimes por ele praticados e a culpa não é da regular aplicação da lei.

Ou seja:

– Prevalece o ditado: “Não importa o quão alto você esteja, a lei ainda está acima de você.”

Saiba quando Lula poderá ser finalmente enfiado na cadeia

O jornal Clarin abriu manchete em Buenos Aires e publicou a foto ao lado.

O juiz Sérgio Moro disse na sua sentença que cogitou pedir a prisão de Lula, mas desistiu.

O ex-presidente pode recorrer em liberdade para o TRF4, que em média leva oito meses para julgar recursos. O TRF4, mantendo ou ampliando a pena, poderá prender Lula. Jurisprudência do STF garante isto, mas deixa a decisão a cargo da segunda instância.

Moro não meteu o líder petista na cadeia, mas além de condená-lo à prisão, inabilitou-o para função pública.

Na avenida Paulista, foguetes foram disparados para comemorar a condenação de Lula, mas nas demais cidades brasileiras festejos e protestos ainda estão intramuros, como é o caso de Porto Alegre.

A imprensa internacional repercutiu de imediato a notícia.

A repercussão de maior peso ocorre na Argentina.

Leia, aqui, a íntegra da sentença do juiz Sérgio Moro

O que disse o advogado Luiz Francisco Corrêa Barbosa, que defendeu Roberto Jefgferson no início do julgamento da Lava Jato, quando insistiu na inclusão de Lula como réu:

– O tempo é o senhor da razão.

CLIQUE AQUI para examinar a sentença integral proferida pelo juiz Sérgio Moro.

*Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em Santa Catarina, foi para o Rio Grande do Sul aos vinte anos. Foi presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas entre 1962 e 1963. Foi secretário da Indústria e Comércio e da Fazenda de Porto Alegre, além de secretário de Relações Internacionais e chefe da Casa Civil do governo do estado do Rio Grande do Sul. Foi preso duas vezes durante o regime militar brasileiro, em 1962 e 1972. Publicou um livro sobre esta experiência, chamado Ahú, diário de uma prisão política. Trabalhou nos jornais Diário Catarinense, Correio da Manhã, Última Hora, Gazeta Mercantil, Zero Hora, Correio do Povo e Jornal do Comércio, e nas revistas nas Veja e Exame. Também apresentou e participou de programas de televisão na RBS, Band, TV Pampa e TV Guaíba além de programas de rádio. Blog do Políbio Braga

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*