Início » Roberto Monteiro Pinho » Hoje, 89% da população reclama da Justiça morosa

Hoje, 89% da população reclama da Justiça morosa

Hoje, 89 população reclamam da Justiça morosaA má avaliação do Judiciário como prestador de serviço piorou ainda mais ao longo dos últimos três anos, segundo pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV). Comparando a confiança no Judiciário com outras instituições, a pesquisa mostra a frente, as Forças Armadas, Igreja Católica, Ministério Público, grandes empresas e a imprensa escrita.

De acordo com recente levantamento da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FVG), coordenado pela professora Luciana Gross Cunha, e publicada no jornal “Valor Econômico”, 89% da população reclamam do Judiciário moroso. Além disso, 88% disseram que os custos para acessar o Poder são altos e 70% dos entrevistados acreditam que o Judiciário é difícil para se utilizar. Duas em cada três pessoas consideram o Judiciário pouco ou nada honesto e sem independência. Mais da metade da população (55%) questiona a sua eficiência.

Piero Calamandrei ensinava que: “Não basta que os magistrados conheçam com perfeição as leis tais como são escritas, seria necessário que conhecessem igualmente a sociedade em que essas leis devem viver” (Livro: Eles, juízes, vistos por um advogado. São Paulo: Martins Fontes, 1995. p.183). Eis a raiz de nossos problemas.

Artigo publicado no site Tribuna da Internet

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*