Início » Políbio Braga » Henrique Meirelles, o homem da JBS, é cotado para o lugar de Temer

Henrique Meirelles, o homem da JBS, é cotado para o lugar de Temer

O mercado financeiro aposta em Henrique Meirelles para ocupar a vaga de Michel Temer, isto no caso do presidente renunciar ou for impedido.

O mercado acha que todo mundo é bobo.

Após ocupar o cargo de presidente do Banco Central no governo Lula (2003-2010), assumiu a presidência do Conselho de Administração do J&F (grupo controlador do JBS) e depois de presidente do banco Original, pertencente ao mesmo grupo.

Nos sete anos, Henrique Meirelles nunca soube das patifarias praticadas por seus patrões, como também nunca soube das patifarias de Lula e do PT enquanto foi presidente do Banco Central.

Joesley teria fita completa em casa. E o que esperam Fachin e Janot para mandar prendê-lo?

O blog O Antagonista revela neste sábado que Joesley Batista possui a fita original, sem as cinquênta adulterações que constam da cópia entregue a Janot e Fachin.

Se isto for verdade, o que Janot e Fachin, caso sejam inocentes no caso, esperam para mandar prender Joesley e reconhecer que foram enganados, eliminando a fita falsa que possuem como elemento de prova?

É isto.

*Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em Santa Catarina, foi para o Rio Grande do Sul aos vinte anos. Foi presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas entre 1962 e 1963. Foi secretário da Indústria e Comércio e da Fazenda de Porto Alegre, além de secretário de Relações Internacionais e chefe da Casa Civil do governo do estado do Rio Grande do Sul. Foi preso duas vezes durante o regime militar brasileiro, em 1962 e 1972. Publicou um livro sobre esta experiência, chamado Ahú, diário de uma prisão política. Trabalhou nos jornais Diário Catarinense, Correio da Manhã, Última Hora, Gazeta Mercantil, Zero Hora, Correio do Povo e Jornal do Comércio, e nas revistas nas Veja e Exame. Também apresentou e participou de programas de televisão na RBS, Band, TV Pampa e TV Guaíba além de programas de rádio. Blog do Políbio Braga

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*