Correa: “Aqui não vamos permitir que ocorra o que ocorreu em Honduras”

Por em 06/10/2010

Tamanho da fonte: Aumentar o tamanho da letraDiminuir o tamanho da letra

Rafael CorreaRafael Correa, presidente do Equador, resgatado ontem do hospital onde foi mantido refém durante 12 horas por forças policiais golpistas, disse que não permitirá em seu país um golpe similar ao que ocorreu em Honduras em junho de 2009. “Aqui não vamos permitir que ocorra o que ocorreu em Honduras. Nossa democracia, nada e nem ninguém vai deter”, garantiu o presidente.

Na noite de ontem, as forças policiais insurgentes entraram em conflito com o exército fiel ao governo. Durante 40 minutos houve intensa troca de tiros ao redor do hospital onde se encontrava o presidente. “Graças à atuação da força nacional e do povo equatoriano, a revolução democrática não será derrotada”, disse Correa já no Palácio de Governo, para onde foi conduzido após ser resgatado.

Representantes da Força Nacional que participaram do resgate denunciaram a presença de franco-atiradores nos arredores do hospital, onde estavam também milhares de civis desarmados que apoiavam Correa e que acompanharam o conflito. “Não haverá perdão aos policiais envolvidos no golpe, que atacaram seus próprios concidadãos, que desonraram o uniforme policial”, afirmou o presidente. “Aqueles que possam ser identificados sofrerão as ações correspondentes. Aqui não haverá perdão, nem esquecimento”, completou.

No conflito da noite passada, além de 27 militares da Força Nacional feridos, um sargento foi morto. “Meu abraço mais solidário à família, uma perda irreparável, sangue equatoriano derramado sem justificativa. Mas a história julgará os culpados, e nós também”, disse Correa.

A Unasur, a União de Nações Sul-Americanas, realizou uma reunião extraordinária de emergência em Buenos Aires. Na declaração conjunta aprovada, ratificou o seu apoio total à democracia equatoriana, rechaçou o golpe e defendeu ainda a punição dos envolvidos. Os representantes latino-americanos reunidos resolveram também adicionar uma cláusula de compromisso com a democracia ao tratado constitutivo do organismo.

Hugo Chávez, presidente da Venezuela, atribuiu a tentativa de golpe aos Estados Unidos. “Os Estados Unidos perderam definitivamente a maneira de controlar esse continente, então agora estão estabelecendo a conspiração permanente contra a aliança bolivariana”, disse Chávez em entrevista. “Há que se ressaltar a unidade dos países sulamericanos defendendo a democracia. O mais importante é a rapidez com que se reverteu o golpe, de modo que o presidente Correa já está no lugar que a constituição exige”, acrescentou. O chefe de estado venezuelano afirmou ainda que “por trás desse grupos está o império (norte-americano), assim como por trás da direita equatoriana, manipulada e sendo levada a ações como estas”.

A tentativa de golpe no Equador começou com manifestações de policiais inconformados com a aprovação pelo congresso da Lei de Serviço Público. A nova lei elimina bônus e outros benefícios que só policiais e militares recebiam, buscando regulamentar o pagamento de salários e aposentadorias dos servidores públicos. Pela nova lei, os bônus serão incorporados aos salários, de maneira a homologar o pagamento dos servidores públicos, colocando em ordem as finanças do governo e promovendo a justiça entre os servidores. Com esse pretexto, os policiais se recusaram a dialogar com o presidente, tomaram a Equador TV e fecharam vários aeroportos.

**Texto publicado em 01/10/2010 às 11:58 na(s) seção(ões) Mundo da revista Consciencia.net.






Por Erick Dau, em 06/10/2010.

Comente!

Busca

Colunistas



  • moncler outlet
  • hollister outlet UK
  • cheap michael kors
  • moncler outlet italia
  • parajumpers outlet parka italia
  • doudoune parajumpers pas cher
  • michael kors handbags
  • moncler deutschland
  • hollister UK online shop
  • piumini moncler itlai
  • woolrich outlet italia
  • Moncler jackets Jassen Outlet
  • moncler jacka outlet sverige
  • moncler jacken damen
  • stivali ugg italia
  • Parajumpers outlet italia
  • ugg pas cher
  • woolrich pas cher france
  • woolrich pas cher france
  • spaccio woolrich outlet parka italia
  • moncler pas cher france
  • woolrich jassen nederland
  • woolrich outlet italia
  • parajumpers jacka sverige
  • hollister outlet deutschland