Principal » Contato

Contato

Quem desejar participar com sugestões, comentários, críticas ou ter contato por qualquer outro motivo, pode fazê-lo pelo e-mail: contato@debatesculturais.com.br

10 thoughts on “Contato

  1. Claudio Andrade Costa disse:

    Eu gostaria de saber se esse site chamado “Debates Culturais-liberdade de ideias e opiniões” faz juz ao título ou vocês erraram mesmo neste nome. Passando rapidamente nos textos vi um viés fortíssimo contra o atual partido no poder. Há alguma censura se alguém for contra a linha de pensamento do site?

  2. Avelino Gomes Moreira Neto disse:

    Gostaria de saber o que está havendo com o artigo escrito por JOÃO BATISTA DAMASCENO. Já tentei abrí-lo várias vezes e não consegui. Avelino Moreira

  3. Dia Letivo de Leitura Generalizada na Escola

    Para os Amigos Educadores da Rede Pública de Ensino

    Ler muito para ter idéias polidas
    Ler para dar sentido às palavras da tribo humana
    Potencializar a vida lendo muito e assim acabar sendo muito
    Leitura é música pro espírito
    Ler é instaurar uma nova realidade na pessoalidade

    Projeto de Leitura Organizada na Escola

    A escola toda vai parar pra LER! – Sim, com planejamento idealizado pela coordenadoria pedagógica, direção e corpo docente, além das naturais trocas de experiências pessoais direcionadas para esse contexto letral, e, o bicho vai pegar; quero dizer: seremos todos pegos pela Leitura, pelas palavras. Já pensou?Todo mundo na unidade escolar vai parar e ler. Do porteiro a Diretora. Que beleza de paralisação para adquirir conhecimento e cultura a partir da literatura. Alunos e professores, principalmente, vão ler por excelência e com enorme prazer de. Cada um lendo – e pensando o “LER” – como exercício laborioso de evolução em todos os sentidos. Ler e refletir sobre. Ler gostosamente mesmo. Na bucha. Cada pessoa vai ler e ainda vai ter que indicar aos quatro ventos que belo livro está lendo. De preferência romance, clássico, obra-prima. E vai ser tudo devidamente registrado desde o ler, o projeto e o andamento em si, a estrutura funcional dessa idéia encampada por todos, as resultantes até e os finais felizes, claro, avaliando o projeto em curso corrente. Ler pra valer. Vai ter uma incentivada prática pedagógica para esse fito, numa inicial didática de cooptação, encantamento – vivificação da leitura – horizontes provocados para o dia todo especial do Verbo LER. Todos serão contemplados nesse encorajamento generalizado. Ninguém poderá relutar, alegar ignorância nesse propósito. Todos serão rigorosamente cobrados a ler e também a depor documentalmente sobre a leitura proposta. Falando a respeito do livro, do autor, do enredo, personagens, linha da história, isso antes, durante e no fim da empreita. Vai haver uma troca dessa magnífica “encantação” feito contações:

    -O que você está lendo?
    -Por quê?
    -Vamos trocar depois?
    -Depois que você ler você me empresta?
    -Tem uma fila enorme de interessados na sua frente, Mano.
    -Vamos ler o quê?
    -Gostou? Gostou?

    Documentando a Leitura Enquanto Projeto-Idéia

    A escola iluminada e vestindo a camisa dessa idéia, pegando gosto, açodando comunicabilidades no entorno para fazer a coisa (idéia-projeto) funcionar pra valer, pegar andamento fácil. A leitura abrangida por pais e filhos e mestres. NINGUÉM vai ficar fora porque ninguém pode ficar fora. Leitura é isso. O aluno vai ser sondado, supervisionado, incentivado, induzido, facilitado para Ler. Vai ser literalmente desafiado, provocado, cobrado – examinado depois. Vai ser desperto na sua curiosidade e expectativa. Vale a pena. O aluno vai ler e poder levar o livro. Depois ainda vai poder contar palha da sua “leção”. Fazer uma auto-avaliação competidora mas, sempre salutar. Fazer um trabalho, como um rap, um rock, uma balada, uma história em quadrinhos, uma grafitagem, uma foto-mostragem, tudo a partir do Dia de Leitura na Escola. Contar o que viu do que leu, o que gostou do que leu, o que pensou do que gostou, o que tirou disso tudo. Já pensou? Depoimentos registrados em livros, fotos, gravações e outras mídias e infovias, até mesmo um site como fórum pode ser criado. Vai ter que dizer o que tirou desse precioso tempo que ganhou lendo muito e bem um bom livro.

    -Cara, que livraço.
    -O meu tá meio devagar, quer trocar?
    -O meu livro eu não empresto, não cedo, não deixo ninguém botar a mão ou o olho. Acabando de ler vou reler.
    -Mano, tem cada coisa louca na história.
    -Estou assustado. Como é que eu não li esse livro antes, tá ligado?
    -Ler é o maior barato.

    Ler Para Ser…Ler Para Ver…Ler Para…

    Dia de Leitura na Escola. Fazer o aluno prever o ler, sacar os lances, pensar como o autor, pensando o ler, criticando o ler, avaliando o ler. Criar coragem pra ir fundo. Gostar de ler é quase uma sabedoria, uma descoberta, uma viagem. Então é preciso pensar atividades nesse LER: fazer o aluno bolar o seu pessoal e intransferível “marcador de livro”, para nele também anotar em que página parou – para continuar a leitura depois ou mesmo, claro, fazer uma revisão em eventual dúvida de acompanhamento da leitura – anotando também as frases legais, o nome da personagem principal, o cara bom; se há um tipo ruim quais as características dele, o parágrafo marcante, poético, a idéia central e vai por aí o encorpamento pari-passu da leitura. Com final feliz e tudo mais, não necessariamente nessa ordem. Ler e pensando. Então, vamos começar? O inspetor de alunos, a tia da lanchonete, a Coordenadora, a merendeira, o pessoal da secretaria,

    STOP!

    Parada pra LEITURA. Como uma agitação lítero-cultural. Um “aleluia” de letras e afins, uma generalização de ler por atacado. Todos vão ter que parar as atividades e simplesmente ficar em silêncio, LENDO.

    Leitura no Capricho

    Numa caixa, propositalmente muito bem decorada (para chamar atenção mesmo), caprichadinha para atrair leitores em potencial, em sala de aula, vários títulos de quilate, pré-selecionados por quem é do ramo e adora ensinar, adora trabalhar com texto, adora historiar o conteúdo programático. Isso se o próprio leitor de per-si não escolheu especificamente e de próprio deleite a sua própria obra para literalmente encaixar no dia corporativo de ler. E na caixa os clássicos, os livros sobre mitos, lendas, fábulas, histórias ou causos, poemas, contos, mas, principalmente e acima de tudo romances importantes, novelas acima da média, maravilhosas. Tudo no estilo “ler para aprender a gostar de ler”, para o prazer de ler, um pé na poesia e outro na prosa. Vamos nessa?

    Leitura individual? O projeto didático-pedagógico nesse processo de ensino-aprendizagem leitural, Como começar? Essa é a idéia-semente. O professor lê um trecho daqui e dali, pega leve, vai e volta, incentiva e cobra, fundamenta uma ótica. Todo dia dá uma dica, valora, promove, congraça, elogia, instrumentaliza o programa geral de ler com qualidade. Ler intensamente. Ler textos com densidade qualitativa. Faz uma pré-aula a respeito, só pra isso. Especial. Motivação e conteúdo específico. Obras e nomes. E aquele mais vendido? E o Prêmio Nobel? E o maior escritor brasileiro, qual é? Será? Faz preparações para facilitar a prática. Horizontes e contentamentos, belezas e resultados, técnicas e satisfações. Sem forçar, mas, cobrando. Direitos e deveres. A sabedoria vem a partir do verbo ler ou isso é só uma teoria? Vamos testar? O que dizem os especialistas do ramo. O interesse, o conhecimento, as habilidades; espaço e tempo alimentados de coragem letral. Tudo a LER?

    A vida-livro. Páginas de rosto. Páginas abertas de vivências. O livro como suporte motivacional no aprendizado salutar constante. Edificador. Todas as matérias incentivando, cobrando, valendo-se de livros para trabalhar a próxima prova.

    PARAR PRA LER

    Botando a Mão na Massa

    Carta de uma personagem do livro convidando o aluno para sabê-lo inteiro, pleno e edificante. Um herói, de preferência. Todos têm uma história para contar? Carta falando do projeto e convidando os pais a entrarem na dança. Carta do alunaço ao professor comentando uma passagem do livro. Que gostou ou que não entendeu. Trazer o romance para a sala de aula, jogar no ventilador das idéias para serem discutidas. Amou e foi amado? Deveria ter ficado na ilha? Jurou defender a honra? Cem Anos de Solidão? Cravo e Canela? Debates, seminários, a importância do projeto, da leitura, do livro, do escritor; a aquisição de conhecimentos e habilidades que advém da gostosa pratica da leitura como rotina. Fazer algum trabalho (arte, educação artística) que tenha a ver com o livro que adorou ler. Desenhos e imagens.

    É tempo de Ler…

    Uma vez por semana? Vamos colocar em votação, democraticamente. Todo santo dia em cada conteúdo-matéria com diretrizes, técnicas variadas, no correr do ano letivo? Trabalhos e textos – e aulas (a partir de). Trocar releituras. Provocar curiosidades. Leitura com qualidade, nesse espaço de troca que é sala de aula.

    -Gostou do que você leu?
    -Peguei gosto. Então era isso?
    -Pô Mano, o herói morre no final…

    O Que é LER?

    Ler não é só isso. Ler não é só ler, é avanço, emoção, construção, técnica de refinamento íntimo, sensibilidade, aprimoramento interior, mental, prismas revisitados, ampliação de visão, colocar a alma para viajar. Tornar a LEITURA um caminho, uma mudança, uma sustentação vernacular, um desejo de crescer, evoluir, pensar melhor, mudar, votar, sacar as coisas. Quem lê mais vale muito mais? O livro aberto na escola, vai ser aberto em casa, no clube, na beira da piscina, no Metro, na praia. O livro vai abrir corações e mentes. A alma cidadã aberta para a leitura do livro espacial, modifica cursos, rumos, alvos e situações. Já pensou?

    O Dia Solene da Leitura

    O Dia de Ler é o dia letivo mais importante da escola. Dia solene. Respeito com o livro, o projeto, a turma que comprou o desafio. Tudo muito bem estruturado e valorado na própria funcionabilidade objetiva de ler. Tornar esse dia importante, fora de série. Pedir um pôster-poema sobre uma acontecência. Sentir com o aluno a data magna da leitura. Esse aluno lê muito, esse aluno vai longe. Saber colocar muito bem o enfoque do Dia da Leitura que começa em sala de aula, na escola, pode e deve incendiar em casa uma sustentação afetiva nesse sentido, passar para a biblioteca, um site de literatura, contos, romances, críticas literárias, depois o primeiro poema, a primeira letra de rock, a primeira carta de amor, o hábito fazendo o ledor voraz.

    Todos por um. Cada professor ao seu jeito, estilo e método, tem que comprar essa causa, desfraldar essa bandeira. O mestre vendendo o peixe, ler junto e gostando – e dizendo do prazer de estar lendo ou relendo o livraço que adora – fazer sua parte & adorando fazer parte da equipe que bancou esse projeto. Ler alto. Ler com entoação, dando ritmo e claridade ao espírito narrativo. Pontuar bem, criar expectativa, mostrar a que veio. Colocar gás na aula de leitura. Promover o dia de leitura na escola. Fé no livro. Fé na cultura literária. Todos saem ganhando. Fazer acontecer. Dia letivo especial, de leitura de qualidade pra todo mundo.

    O dia mais importante na escola vai ser quando todo mundo entrar e sair com um livro na mão, naturalmente. Sonhar pode? Leitura caprichada. Leitura incentivada. Leitura feliz e afetuosa, desafiadora que seja. Leitura livre e motivadora se for possível. Leitura com uma prática central, mas também um eixo reflexivo, norteador, no próprio letramento – e apreendências – do ensino como um todo. O que é ler? O que é um bom livro? Vá saber, lendo! Leitura, cabide de idéias? Olhai os lírios no campo! -Quem não gosta de ler é mané? – Abra o olho: LEIA. Viva o Verbo LER! Um LIVRO é um mapa e nenhum mapa tem uma só direção, disse Ricardo Piglia. LEITURA é quando a gente busca um circo dentro da alma da gente.
    -0-
    Silas Corrêa Leite – Santa Itararé das Artes, São Paulo-Brasil
    Teórico da Educação, Conselheiro em Direitos Humanos e Jornalista Comunitário
    Pós-graduado em Literatura na Comunicação (ECA), Direitos Humanos e Democracia (USP) – Coordenador de Pesquisa da FAPESP-USP (Culturas Juvenis)
    Prêmio Lygia Fagundes Telles Para Professor Escritor, CRE-Centro de Referência em Educação Mário Covas
    Autor de Porta-Lapsos, Poemas, 2006, All-Print Editora (SP)
    Autor e Campo de Trigo Com Corvos, Contos, Design Editora (SC) a venda no site http://www.livrariacultura.com.br
    – E-mail: poesilas@terra.com.br
    Autor de O Rinoceronte de Clarice, e-book de sucesso no site
    http://www.itarare.com.br – Obra indicada como leitura obrigatória na matéria Linguagem Virtual do Mestrado de Ciência da Linguagem, da Universidade do Sul de Santa Catarina e Tese de Doutorado na UFAL
    Blogue premiado do UOL
    http://www.portas-lapsos.zip.net

    http://www.pedagobrasil.com.br/pedagogia/dialetivodeleitura.htm

  4. Mauricio Froes disse:

    Gostaria de parabenizar o programa. Sou fã do programa.
    Vocês saíram da rádio Metropolitana de uma hora para outra. Por quê?
    Vocês estão em alguma rádio ou só pela internet mesmo?
    Gosto muito de vocês.
    Aguardo retorno ansiosamente.
    Abraço,
    Mauricio Froes

  5. Quero avisar aos prezados amigos que escrevem no site Debates Culturais e que enviam e-mails com as suas potagens pra mim, que hoje é o ultimo dia meu no IG/Ibest, a partir de amanhã quem quiser me enviar e-mail tem de enviar para o e-mail aposentadoguilhe@gmail.com desde já fico grato pelo envio das suas postagens, que contribuíram muito com a minha luta contra este governo corruPTo e comunista do PT, devido eu ser aposentado do INSS e receber acima do piso. Para quem não sabe os aposentados que recebem acima do piso são humilhados por este governo corruPTo e comunista do PT nesses quase 14 anos no poder. Só para ter uma ideia dessa perseguição, aposentados que se aposentaram com 4, 5 ou mais salários mínimos, hoje recebem no máximo um e meio ou, no máximo dois e meio salário mínimo. Agora eu pergunto, é justo isso depois de você ter contribuído até mais de 40 anos como foi o meu caso e este governo corruPTo e mentiroso do PT, que se diz dos trabalhadores e odeia ex-trabalhadores aposentados que recebem acima do piso.

  6. wanderson disse:

    Gostaria de receber newsteller.

  7. DEMISSÃO

    Republica Federativa do Brasil.

    Brasília – DF – BR, 01 de abril de 2016 – Sexta feira. Código Penal 299 e AP 14:06.

    Comunicado de Demissão COM JUSTA CAUSA.

    Prezados (a) Senhores (a),

    Dilma Vana Rousseff – Presidente da Republica
    Michel Miguel Elias Temer Lulia – Vice-presidente da Republica
    José Aldo Rebelo Figueiredo – Ministro da Defesa
    José Renan Vasconcelos Calheiros – Presidente do Senado e Congresso Nacional
    Eduardo Cosentino da Cunha – Presidente do Congresso Nacional
    Ministro Ricardo Lewandowski – Presidente STF
    Ministra Cármen Lúcia – Vice-Presidente STF
    Ministro Celso de Mello – Decano STF
    Ministro Marco Aurélio
    Ministro Gilmar Mendes
    Ministro Dias Toffoli
    Ministro Luiz Fux
    Ministra Rosa Weber
    Ministro Teori Zavascki
    Ministro Roberto Barroso
    Ministro Edson Fachin
    Aécio Neves da Cunha
    Fernando Affonso Collor de Mello
    Jair Messias Bolsonaro
    Luiz ou Luis Inácio Lula da Silva, pois o mesmo trabalha ilegalmente no Governo Brasileiro.
    Comunicamos, por meio deste documento, que estamos efetuando a rescisão do seu contrato de trabalho COM JUSTA CAUSA, com base na legislação vigente, devendo Vossa Senhoria encerrar suas atividades trabalhistas, politicas, autoritária de forma imediata.

    Conforme §1º do artigo 487 da CLT, o Aviso Prévio será devidamente indenizado porem vocês devem abandonar as suas funções imediatamente no momento do recebimento deste documento CPP 231 e 232, não se preocupe com substitutos para suas funções, pois já temos as soluções necessárias para resolver todos os problemas provocados pelos doutores criminosos. Devem colocar a disposição do Departamento De Pessoal todas as chaves, documentos e senhas, retirar todos os seus pertences particulares e qualquer decisão que os doutores tomarão depois do dia 01 de abril de 2016 estão anuladas e canceladas, não devem aparecer neste local de trabalho nos próximo 6 anos, 6 meses e 6 dias.

    Os distintos funcionários dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário estão sendo demitidos pelos motivos do País estar vivendo situações politicas, financeiras, econômicas, criminosas, militares muito perigosas que esta afetando a Segurança Nacional da Republica Federativa do Brasil e do Ser Vivo Planeta Terra CF 85 a 92.

    Agradecemos o seus esforços e dedicação durante o período em que fez parte do quadro de funcionários deste Governo, porem a demissão dos senhores ou senhoras são necessária CP 24 e 25 e urgentes e não temos tempo para perder com discursos ou brigas. Abandonem suas funções imediatamente.

    Todos vocês devidos aos acontecimentos ocorridos a partir de 2007 estão muito doentes e com seríssimas doenças mentais, são e estão INCAPAZES CP 26 e 99 de decidir ou representar os interesses do Povo Brasileiro e autoridades da Republica Federativa do Brasil.

    MAE – MARINHA, AERONATICA, EXERCITO por ordem soberana do DIVINO PREAMBULO CF, 86 4 e CP 327, Lei 7.170 e 12.850, não intervenha nesta situação, se mantenham onde estão perseguindo pênis-longos e nos quarteis já é da ciência dos Militares estes fatos, os problemas ate o momento são CIVIS, se os militares Brasileiros intervir teremos uma Guerra Civil e inicio da Terceira Guerra Mundial e o comprimento das Profecias de Apocalipse, Nostradamus e dos Próprios Militares Brasileiro.
    Ate decisão futura do DIVINO Preambulo CF que ira demorar algumas semanas fica proibido que outros funcionários públicos assumam estas funções, fica proibido fazer novas eleições e quaisquer outras pessoas tomarem posses destes cargos, pois a Republica Federativa do Brasil esta em ALERTA VERMELHO DE GUERRA DECLARADA em conformidade CP art. 5 XLVII a) e art. 84 completo ate o Final de todas as Leis Brasileira e Internacionais vigentes no Ser Vivo Planeta Terra.
    Aviso final QUEM PODE MANDA e quem não pode e tem juízo obedece, na duvida lembre-se das Palavras Tancredo Neves e o Titanic desafiando e desobedecendo o estranho CF 86 4, Preambulo e da rampa do Planalto.
    Voces tem coragem de contrariar a vontade das Leis Internacionais vigente no Brasil Mateus 6:9 a 15, Apocalipse 14:06 e 86 4, Preambulo CF Brasil, Argentina, Colômbia, Peru e o Sagrado Alcorão fazendo perguntas e desobedecendo?

    Atenciosamente,

    _____________________________________
    Divino Aloizio de Sousa, Preambulo CF do Brasil, Argentina, Colômbia e Peru e o verdadeiro Tutor, Curador e Responsável Legal por Dilma Rousseff, Luiz Inácio Lula da Silva, FHC, Collor, Sarney e todos os outros e também sou tutor, curador e responsável legal dos Presidentes e Vices presidentes da Argentina, Colômbia e Peru e outros países em conformidade com as Leis vigentes nestes Países, tanto nacionais como internacionais. AP 19:19 – Mateus 6:9 a 15 – AP 14:06 + 15:01 + 10:06 e CP 299. Constituição Federal Preambulo, 86 4 e Código Penal 327, Lei 7.170 e 12.850.

    Este documento foi redigido em Condição Análoga de Escravo CP 149 e 327, Preambulo CF, MT 6:9 a 15 e AP 14:06 e tem como beneficiários as Policias, Ministerio Publico e Povos de Todos os Países do Ser Vivo Planeta Terra, principalmente o Brasil ou Brazil.

    Brasão de todos os Países estão neste documento CPP 231 e 232.

    Ciente em: _____/_____/_________
    _____________________________________
    O protocolo de entrega dos Correios já é o documento necessário para confirmar o Recebimento em conformidade CPP 231 e 232 e toda e qualquer outra lei brasileira, por mais privilegiada que seja.

  8. LUIZ CARLOS LOPES disse:

    SOBRE A ENTREVISTA DE JOSÉ DE ABREU NO PROGRAMA DO FAUSTÃO
    No início, minha reação foi trocar de canal, face aos inúmeros comentários raivosos publicados na rede; depois comecei a ver e ouvir- devemos sempre ouvir os dois lados, não tomar atitudes cegas porque as reações de ódio atuais vicejam em ambas as partes. Assim como o Ary e o Faustão não concordo em nada com a posição de se defender um governo corrupto, desacreditado que não tem condições nenhumas de seguir adiante, mas devemos respeitar a opinião alheia sem transformar a mesma em motivo de batalha como as que existem por causa de times de futebol ou religião. Até agora, felizmente, não aconteceram mortes nesses conflitos. Mas, voltando à entrevista, êle fez uma narrativa fundamentalmente lógica e teve, até, uma reação não violenta do acontecido. Ora, se você vai a um restaurante, se você pode pagar com o fruto de seu trabalho, é provocado e ofendido gratuitamente várias vezes, é difícil manter uma calma absoluta mesmo a situação se invertendo (como o Chico Buarque). Também foi dado um esclarecimento sobre a tal Lei Rouanet, argumento muito usado para justificar a posição de determinados artistas. Todos, de ambos os lados se beneficiaram e podem se beneficiar dela, não é um instrumento político; assim como EMBRAFILME e algumas fundações, o objetivo é apoiar a cultura que sem esses incentivos se torna inviável montar peças ou fazer filmes neste país. Eu mesmo, muitos anos atrás, quando não haviam esses incentivos e circulava no meio teatral, testemunhei peças prontas, com ótimo elenco, que não puderam ir adiante porque a produção não conseguia bancar mais… Respeito a opinião do José de Abreu, mas não seus comentários jocosos e ataques desnecessários na rede aos seguidores e curiosos. Precisamos, todos, ter “muita calma nessa hora”.

  9. Tito-Francisco Henrique de Oliveira disse:

    Caros editores,

    Estou sem saber como abrir janela para publicar alguns textos de minha autoria.
    Como já faz algum tempo que não publico, estou sem saber como fazê-lo.
    Também gostaria de acessar meu perfil neste site para atualizar dados.
    Aguardo orientação imediata.
    Agradecido.
    Att.
    Tito 31 ago 2016

  10. Carlindo Alves Filho disse:

    Já que sabemos (os mais informados) que é questão de tempo para a civilização industrial destruir em pouco tempo tudo o que o sistema cósmico levou bilhões ou milhões de anos para construir, se autodestruindo. A situação no Brasil é uma pequena fração do comportamento predador e discriminatório que reina em nossa sociedade mundial. O Brasil já começou sua “nova vida ocidental” sendo roubado pelos portugueses. Daí em diante as elites tiveram a certeza de que o povo ao qual comandavam era tolo e apenas um detalhe. Até hoje permanece este comportamento. Os mais informados são discriminados por serem uma “ameaça” ao poder.
    Estes programas tipo “Brasil, pátria educadora” são implesmente ridículos e de fachada. Aliás o Brasil é o país da maquiagem entre outras enfermidades.
    Um território tão lindo, rico, cheio de belezas e recursos, não merecia tal destino (acho que por culpa dos portugueses. Por enquanto é só.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *