Principal » Artigos de Sérgio Russo
Sérgio Russo

Não estamos sozinhos no universo!

Estruturas fósseis foram encontradas no interior do meteorito Allan Hills 84001, cuja idade foi estimada em 4,5 bilhões de anos, descoberto na Antártica e comprovadamente originário daquele planeta! Mediante o emprego de microscópios especiais, os cientistas da Universidade Tanderbilt, EUA, verificaram que, apesar da passagem do tempo, até mesmo alguns microrganismos mais resistentes conseguiram sobreviver no seu interior, já que a temperatura interna não ultrapassara os 40 graus Celsius, extremamente propícia à sua sobrevivência! Equipamentos de última geração, assim como sofisticados artefatos lasers, vinham sendo secretamente utilizados para proceder estudos que visavam a confirmar a presença de grupos moleculares orgânicos, denominados Hidrocarbonetos Aromáticos Policíclicos, ou PAH, no interior daquele objeto celeste.
Sérgio Russo

A misteriosa ciência presente no Tarô

Quando a maravilhosa civilização egípcia começou a declinar, a essência espiritual daquele povo estava irremediavelmente perdida, em razão das invasões externas, do predomínio militarista nos governos, propiciando assim o caos material e moral que em razão disso se instalara. Os sábios, os grandes iniciados, aqueles que sempre preservaram nos santuários secretos os mais elevados e tradicionais conhecimentos daquela civilização, profundamente entristecidos se reuniram e deliberaram preservar de alguma forma para a posteridade, isto é, para aqueles que tivessem merecimentos em possuí-la, toda a síntese de uma grande sabedoria que dizia respeito às forças universais e a sua interação com a criatura humana, notadamente com as suas emoções, paixões, vicissitudes e os sentimentos mais recônditos da sua alma.
Sérgio Russo

Atlântida, Lemúria e a condição extraterrestre

A antiga tradição nos diz que há muitos milênios atrás uma fantástica civilização floresceu em um continente situado no Oceano Atlântico, ocupando meio caminho entre a África e as Américas do Norte e Central. Sua existência tem sido mencionada através das lendas dos mais variados povos, espalhados por toda a face da Terra. O próprio filósofo grego Platão, nas suas obras Timeu e Crítias, relata aquilo que Sólon escutou de um alto sacerdote egípcio, no Templo de Saís, relativamente ao perdido continente. Sólon por sua vez esteve em peregrinação iniciática nas terras do Nilo por volta do ano 590 AC e é certo que os sacerdotes daquela civilização detinham registros secretos, cuidadosamente guardados através dos tempos e somente conhecidos pelos mais altos iniciados.
Sérgio Russo

Discos voadores: o maior enigma do nosso tempo

Mas, afinal de contas, o que são essas espantosas máquinas que desde incontáveis milênios percorrem sem a menor cerimônia os nossos céus, e quem precisamente seriam os seus enigmáticos tripulantes? Podendo justamente ser considerados como a maior interrogação do nosso século, são inúmeras as teorias que pretendem explicar como chegam até o nosso mundo, de onde viriam, e quais as exatas razões dessas insólitas visitas. De uma coisa, porém, podemos ter a mais absoluta certeza: a diferença verificada entre os formatos das naves e os tipos físicos daquelas criaturas que os tripulam, sugerem de pronto que somos visitados, seqüestrados, examinados e até eliminados por diversas raças - provavelmente originárias dos mais distantes mundos do espaço sideral; das dimensões mais insuspeitas ou até mesmo dos estranhos meandros do tempo!
Sérgio Russo

A maldição dos faraós: uma alucinante espécie de magia

Foi exatamente com o pleno domínio das técnicas referentes à mumificação dos corpos, que os sacerdotes e magos do Antigo Egito demonstraram espantosos conhecimentos de uma ciência que comprovadamente sabia muito mais a respeito da vida e da própria morte do que ousamos imaginar e que, diga-se de passagem, ainda está muito a frente das nossas superadas concepções do Terceiro Milênio. Para que possamos apropriadamente começar a entender que tipos de elevados conhecimentos estavam por trás de tudo isso, vejamos como os egípcios manifestavam as suas crenças religiosas e espirituais:
Sérgio Russo

A ameaça OVNI – Temporal

Já está praticamente que provado que as viagens através do tempo se tornam não apenas possíveis como também farão parte da tecnologia do nosso futuro, isto se a espécie humana conseguir sobreviver às suas próprias loucuras. Os chamados buracos-negros existentes no espaço sideral já provaram ser uma verdadeira espécie de “atalhos dimensionais e temporais”, encurtando distâncias e tornando o tempo (na medida em que o conhecemos) perfeitamente manobrável.
Sérgio Russo

MJ-12, a conspiração trilateral

Essa lamentável história, que bem poderia se tratar do roteiro de um imaginoso filme de ficção, mas infelizmente não é. Principia no ano de 1953, quando diversos observatórios astronômicos rastrearam na nossa órbita equatorial, vários e gigantescos objetos que pareciam inteligentemente controlados! Suspeitando tratar-se de espaçonaves alienígenas, o que mais tarde seria efetivamente comprovado, os órgãos de inteligência norte-americanos estabeleceram o chamado Projeto PLATO - destinado a especificamente estabelecer os primeiros contatos com os visitantes.
Sérgio Russo

Elemento 115: o segredo da propulsão dos OVNIs

No seu interior achavam-se pequenos assentos, impossíveis de serem utilizados por humanos normais, além de o teto ser excessivamente baixo, obrigando-o a se curvar em alguns pontos da nave. Inexistiam ângulos retos, apenas formas bem arredondadas e suaves. O tão esperado sistema de propulsão era composto por algo que se assemelhava a um reator nuclear, produzindo ANTIMATÉRIA e reagindo com a matéria através de uma espécie de aniquilação. De reduzidas dimensões, 30 centímetros de altura por apenas 45 cm de diâmetro, esse fantástico artefato tecnológico e que se situava em uma região central do disco, operava harmoniosamente em função dos padrões estruturais do próprio aparelho! Segundo Lazar, a forma como esse dispositivo acelerava prótons no reator e a maneira como o calor era convertido em um certo tipo de eletricidade faziam-se incrivelmente uniformes, obtendo assim uma eficácia dinâmica que atingia aos 100% da sua capacidade - estando, portanto, muito à frente daquilo que iremos conhecer nos próximos dois ou três séculos, opinião que, aliás, torna-se procedente já que os documentos aos quais teve acesso diziam que essas naves são provenientes de civilizações muitos milênios adiante da nossa!
Sérgio Russo

Sinistras perspectivas

O então presidente, Eisenhower, estabeleceu uma sociedade secreta, conhecida como “The Jason Society”, ou ainda “Jason Scholars”, para especificamente apurar todos os fatos, evidências, tecnologias, verdades e mentiras sobre essa presença alienígena. Essa “sociedade” era composta por trinta e dois dos mais proeminentes homens do país, dentre cientistas e militares, os quais se reconheciam através dos codinomes J-1, J-2, J-3 e assim sucessivamente. O então diretor da CIA era obviamente o J-1 e por sua vez também diretor do MJ-12. Os fundos para essas atividades secretas teriam sido obtidos através do comércio ilegal de drogas que, reunindo o útil ao agradável serviria também para eliminar os elementos mais fracos da sociedade americana!
Sérgio Russo

Nazca, sinais estranhos para o espaço sideral

No altiplano dos Andes, bem ao sul do Peru, situa-se um dos maiores mistérios de toda a Terra: o chamado planalto de Nazca, que se estende por uma área com nada menos que 900 quilômetros quadrados, ostenta um painel surrealista e além de tudo impressionante, literalmente coberto de misteriosos desenhos, gravados em relevo e que retratam as gigantescas figuras de coisas que decididamente não existem no nosso mundo. Como se fossem cenas de um planeta desconhecido!
Sérgio Russo

Mistério no céu: confronto no Triângulo das Bermudas

Será sempre importante recordarmos mais alguns impressionantes casos envolvendo as hostilidades dessas criaturas. No particularmente fatídico dia 05 de setembro de 1945, ocorreu um dos maiores enigmas da aviação que se têm notícias: estamos nos referindo ao até hoje inexplicado sumiço de seis aviões da Força Aérea Americana, juntamente com todas as suas tripulações, e que teve como cenário um dos lugares mais mal afamados de toda a Terra, precisamente o Triângulo das Bermudas onde desde os tempos mais remotos continuam desaparecendo navios, aviões e notadamente seres humanos!
Sérgio Russo

Maio de 1994: confronto aéreo em Sedona

O piloto do caça se esforçava para acompanhar as manobras estonteantes praticadas pelo objeto discóide, o qual parecia divertir-se com as suas desesperadas evoluções. O supersônico, num certo momento da perseguição, descreveu uma longa volta circular, para não perder a presa, e os seus pós-queimadores (turbinas auxiliares de altíssima impulsão) foram acionados pelo piloto, com a finalidade de obter maior velocidade - o que, de fato, o fez aproximar-se em demasia do alvo.
Sérgio Russo

Cosmic Top Secret: a OTAN confirma que eles existem!

Robert O. Dean serviu por durante 20 anos como oficial da USAF na OTAN - Organização do Tratado do Atântico Norte. Seu posto de trabalho era situado em um departamento denominado SHOC, ou Supreme Headquarters Operations Center, que vinha a ser o quartel-general e centro supremo das operações de guerra e defesas aliadas na Europa. Galgando importantes posições dentro daquela organização, Dean foi outro que teve acesso direto aos mais importantes e secretíssimos documentos envolvendo as atividades dos OVNI no nosso planeta. Antes disso, contudo, teve o seu interesse despertado para o problema, uma vez que eram constantes os rastreamentos desses objetos através dos radares estratégicos da OTAN. Essas naves foram detectadas por incontáveis vezes voando em formação por sobre a extinta URSS, Oriental e Ocidental, França, Noruega e outros vários países!
Sérgio Russo

Autópsia de um ET: uma evidência do Caso Roswell?

Em 1944, J.B. teria sido destacado para prestar serviços junto à Inteligência do Governo Americano e em 2 de junho de 1947 recebera ordens expressas para se locomover com urgência, visando a proceder filmagens de uma ocorrência super-secreta - em princípio relatada como a queda de um avião russo de espionagem. A tal missão fez com que ele e mais 16 oficiais de segurança, ligados à área médica, tripulassem um avião que decolou diretamente da Base aérea de Andrews, com escala em Wright Patterson, para a localidade de Roswell. Tão logo aterrissaram, embarcaram em viaturas militares que se deslocaram através de uma região desértica, até chegarem ao leito seco de um lago.
Sérgio Russo

Seriam mesmo lendas?

Até que ponto as lendas seriam mesmo lendas? Algumas ocorrências contemporâneas parecem indicar que devemos conceder bastante crédito a algumas delas, uma vez que todas sem exceções possuem um certo fundo de verdade. Uma lenda trata-se de algo que passa de geração para geração, originariamente e na maioria dos casos sem quaisquer registros escritos, porém retratando fatos que alguém de certa forma presenciou ou vivenciou. Ela atravessa décadas, séculos e talvez milênios, aqui ou ali por vezes alterada ou fantasiada, porém a raiz, aquilo que vem a ser o cerne da questão, permanece, todavia, inalterado.
Sérgio Russo

Quando os OVNIs combatem entre si

Pode parecer estranho, ou ainda inverossímil, mas algumas evidências parecem indicar que acidentes envolvendo OVNI podem ter sido causados, na sua maioria, em decorrência dos confrontos verificados entre eles próprios! Em 14 de setembro de 1991 os tripulantes do ônibus espacial Discovery filmaram um curioso incidente: em pleno espaço sideral um grande número de OVNI surgiu bem à frente da nave americana, tudo indicando que iriam interceptá-la ou mesmo atacá-la! Repentinamente um outro OVNI, o qual apresentava formato estrutural bastante diferente dos demais, entrou em cena e disparou contra os outros uma série de raios de alta intensidade, tais como os nossos lasers, fazendo com que se dispersassem e se evadissem em altíssima velocidade, após realizarem estupenda manobras em ângulos bastante críticos para deles escaparem.
Sérgio Russo

O enigma dos mundos subterrâneos

Por todas as partes do mundo as lendas insistem em falar sobre mundos subterrâneos habitados inclusive por uma estranha raça, talvez remanescente das perdidas civilizações, tais como a Atlântida e a Lemúria. Diz o velho ditado popular que onde há fumaça há fogo. Nós, contudo, insistimos que ao se tratar dos mistérios espalhados pela Terra, as fumaças que surgem aqui e acolá indicam a existência de verdadeiras fogueiras!
Sérgio Russo

O disco acidentado de Roswell

Por volta das 22 horas do dia 02 de julho de 1947, alguns habitantes da pequena cidade de Roswell, Novo México, foram surpreendidos por um intenso clarão azulado no céu, proveniente de um estranho aparelho - descrito como de formato oval e semelhante a dois pires invertidos - e que se deslocava em altíssima velocidade provocando à sua passagem falhas no fornecimento de energia elétrica e interferências nos receptores de rádio.
Sérgio Russo

Fantasmas, Poltergeist, demônios e outras coisas do pesadelo

E dentre essas coisas que certamente existem entre o céu e a terra, aquilo que convencionamos chamar de “fantasmas” parece ser uma estranha realidade. Um fantasma, na medida em que o conhecemos, nada mais é do que uma espécie de energia altamente sutil, operando em freqüências ultra-elevadas e que por vezes se faz traduzível à visão e aos demais sentidos dos encarnados neste plano. Sheakespeare já escrevera que existem mais coisas entre o céu e a terra do que possa imaginar a nossa vã filosofia.
Sérgio Russo

Akhenaton, um emissário do ano 3000 no Antigo Egito

Segundo os antigos registros, Akhenaton teria vindo ao mundo em 24 de novembro de 1378 A.C. e foi instalado como mestre da Grande Fraternidade Egípcia no dia 9 de abril de 1365 A.C. Dizem esses registros arcanos que em reunião com os mais elevados mestres e instrutores da Terra e na Terra, aquela Fraternidade que a partir dali deveria iniciar uma nova era nesse mundo de densas trevas, adotou o símbolo da ROSA e da CRUZ para velar todo o seu aspecto esotérico da sua grandeza e sabedoria.
Sérgio Russo

Feitiços e feitiçarias

Ambicionando o poder, a força, o pretenso domínio da natureza e das coisas materiais, desde que se entendeu como uma criatura racional o homem menos esclarecido e ignorante, esquecendo que Deus muitas vezes nega as nossas súplicas por pura misericórdia, tenta perigosamente buscar no outro lado da Divindade as coisas que aparentemente lhe foram suprimidas, ou então negadas. Sempre movidos pela crueldade, pelo ódio e notadamente pelas ambições mais desmedidas, os praticantes daquilo que chamamos de “magia negra”, os feiticeiros em si, estão presentes desde que o mundo é mundo e até mesmo nos dias de hoje, quando paradoxalmente já atingimos outros corpos celestes em meio a um notável desenvolvimento tecnológico.
Sérgio Russo

Jesus, um extraterrestre – as provas pelo Santo Sudário

O Santo Sudário, o manto sagrado que teria envolvido o seu corpo após a pretensa morte através da crucificação, pode se tornar nos dias de hoje a maior das evidências quanto à sua já suspeitada origem extraterrena! Objeto de reverência pelos fiéis, já houve quem contestasse a sua autenticidade rotulando-o como uma simples e grosseira fraude. Visando a eliminar de uma vez por todas com esses questionamentos, a Igreja Católica concordou em cedê-lo provisoriamente aos técnicos da NASA (Administração Americana de Ciência e Espaço), para que, por intermédio da suas sofisticada e moderníssima aparelhagem, fosse analisado e devidamente autenticado.
Sérgio Russo

A terceira mensagem de Fátima, uma severa advertência!

Tudo começou no dia 13 de maio de 1917, quando três crianças portuguesas, precisamente os irmãos Francisco Marcos, Jacinta e Lúcia, foram repentinamente surpreendidos em um campo e nas proximidades de uma gruta, pela aparição de uma criatura muito luminosa e radiante. Nessa ocasião uma outra estranha luz provinha do céu e efetivamente parecia acompanhar aquele ser dotado de rara beleza e que teria sido confundido com uma mulher.
Sérgio Russo

Egito, a herança dos deuses distantes

Terra mística, fascinante e misteriosa, até hoje a herança que nos foi legada pela espantosa civilização que habitou o Antigo Egito, a mais duradoura dentro da nossa História, causa assombro e perplexidade. De fato, ali parece ter sido o reduto final dos antigos deuses, ou seres extraterrestres muito evoluídos, que inegavelmente estiveram presentes e atuantes desde os primórdios deste nosso pequeno planeta. Oficialmente, o que temos a respeito dessa incrível trajetória são os relatos de antigos historiadores, tais como Heródoto e Plutarco, que em passagem por aquelas terras trouxeram um pouco de luz ao seu conhecimento, ainda que parcial, estabelecido até os dias atuais.
Sérgio Russo

Atlântida, o continente perdido

Os povos colonizados pela Atlântida, por sua vez, recebiam instruções dos benevolentes sábios extraterrenos e as marcas dessa afiliação, precisamente as pirâmides, espalhavam-se pelos pontos de conjunções de forças do planeta. As correntes cósmicas e telúricas eram por elas condensadas e formavam, por assim dizer, pontos focais de proteção e equilíbrio geológico, beneficiando assim a agricultura e o psiquismo dos povos tutelados.
Sérgio Russo

Os doze cemitérios do Diabo

Toda força tem os dois lados. O título acima pertence ao controvertido artigo escrito para a revista "SAGA" pelo renomado cientista e pesquisador Ivan T. Sanderson, uma das maiores autoridades mundiais notadamente no que se refere ao famigerado “Triângulo das Bermudas”. As suas extensas pesquisas permitiram concluir que, em face das estranhas estatísticas relativas aos inexplicáveis desaparecimentos de navios, aviões e seus respectivos tripulantes, nada menos que SEIS dessas regiões espalhadas pelos pontos mais diversos do nosso planeta, são de fato recordistas absolutas - sendo que todas elas coincidem pela sua localização entre as latitudes 30 e 40 graus, ao norte e ao sul do equador.
Sérgio Russo

Terror no céu: o caso Travis Walton

Esses perigosos alienígenas cinzentos, conforme descritos nos documentos de Milton Cooper e denunciados por John Lear, parecem ser aqueles que protagonizaram um dos mais espantosos casos registrados, do qual foi vítima o jovem Travis Walton - literalmente torturado no interior de um OVNI por aquelas violentas e insensíveis criaturas! O cenário foi a pequena cidade de Snowflake, em White Mountains, Arizona, EUA, no ano 1975. Seis rapazes estavam a serviço do governo, mediante contrato, para executarem cortes de árvores na Floresta Nacional de Sitgreaves, lado leste de Pine Mountains, exatamente ali onde as antigas lendas dos índios Apaches diziam que os maus espíritos habitam e vêm do céu para roubar crianças inocentes!
Sérgio Russo

Olho por olho, nave por nave!

Nas décadas de 40, 50 e 60, ao que tudo indica, foi realmente travada uma guerra silenciosa, porém, assustadora entre as forças armadas norte-americanas e os OVNI. Esse período coincide exatamente com o mencionado rompimento unilateral do tal acordo, por parte dos alienígenas! Para começarmos, portanto, a remexer estes velhos e empoeirados registros, tomemos a título de aperitivo um brinde emanado de um relatório super-secreto da USAF, datado de 1947, no qual as autoridades militares envolvidas chegaram à seguinte conclusão
Sérgio Russo

Portais para o desconhecido

Esses vórtices, portais, rupturas dimensionais, ou como quer que possam ser denominados, estão realmente presentes por todas as partes do mundo e alguns deles se fazem notórios pelo fato de tragarem aviões, navios e seus respectivos tripulantes, ou passageiros. Trata-se de verdadeiras armadilhas em escalas muito maiores, porém, do que o pequeno rio que cruza Caraguatatuba, mas nem por isso menos perigosas!
Sérgio Russo

O Homem, uma criatura estranha na Terra!

Nós, os representantes da raça que a ciência classifica como Homo Sapiens, fomos verdadeiramente criados à imagem e semelhança de alguém! Os cientistas de vanguarda já estão plenamente convencidos disso, pois nada se encaixa naquilo que os carcomidos dogmas, bem como os empoeirados tratados oficiais tentam nos impingir. Dizem eles que fomos feitos de uns pedaços de costelas ou ainda que descendemos dos primatas, de acordo com a Teoria da Evolução, mas teria sido mesmo assim?
Sérgio Russo

O enigma dos esqueletos extraterrestres

Algo que não surpreende, pois é bom que o leitor saiba que todos os mais importantes museus do planeta possuem nos seus soturnos porões lugares denominados “infernos”, onde acham-se muito bem escondidos os achados arqueológicos que contradizem os tratados oficiais, geralmente adquiridos a peso de ouro e até subornos, silenciando assim verdades históricas que poderiam alterar radicalmente todos os conceitos e as próprias crenças da nossa humanidade!
Sérgio Russo

Lemúria, o jardim do Éden

As mais antigas lendas e também todas as tradições, igualmente nos falam a respeito de um outro enorme continente, que em tempos muito recuados existia no Oceano Pacífico, também vitimado por uma grande catástrofe que o submergiu nas águas revoltas do mar. Nos arquivos secretos dos santuários da China e do Tibet, estavam guardados há milênios uma série de documentos que vieram à luz por intermédio de um representante da Irmandade Rosacruz que em 1931 os trouxe para o ocidente. Nesses documentos havia a menção de que aquele antigo continente, atualmente chamado de Lemúria, mas que tivera outros nomes nos tempos idos, foi verdadeiramente o berço da raça humana e o Jardim do Éden original!
Sérgio Russo

Tripulantes de OVNI capturados no Brasil

Autoridades credenciadas do Exército Brasileiro, bem como oficiais graduados do Corpo de Bombeiros e diretores de hospitais locais, negaram com veemência a veracidade desses fatos, em contraposição às contundentes afirmações das dezenas de testemunhas espalhadas pela cidade. E até mesmo – segundo afirmam o ufólogos que lá estavam presentes - dos militares que confirmaram tudo sem obviamente se identificarem, por temerem as conseqüentes sanções disciplinares!
Sérgio Russo

Triângulo das Bermudas, região maldita onde impera o fantástico.

Desde que principiaram as grandes navegações e os registros marítimos começaram a ser efetuados, isso por volta do ano 1800 da nossa era, e até os nossos dias, continuam ali desaparecendo navios, aviões e muito principalmente criaturas humanas. Um dos primeiros registro dá conta do intrigante desaparecimento do USS Pickering, precisamente naquele mesmo ano, com toda a sua tripulação de noventa homens. O navio dirigia-se a Guadalupe, nas Índias Ocidentais e quando singrava aquelas águas sumiu sem deixar vestígios.
Sérgio Russo

A Reencarnação: uma evidência científica!

Existiria algo depois da morte física? Tudo indicaria que sim, pois a ciência de vanguarda já parece atestar que o corpo da criatura humana não depende única e exclusivamente dos elementos materiais para a sua manifestação neste plano. As sábias doutrinas orientais invariavelmente foram estabelecidas na tese da reencarnação, e nesse ponto as antigas civilizações sempre estiveram muito além da nossa em matéria de concepções espirituais e religiosas. Com efeito, a própria Mãe-Natureza sempre demonstrou aos nossos mais remotos ancestrais que não existe aquilo que denominamos “morte” mas, sim, uma eterna transformação, um ciclo de renovação em perpétua manifestação.
Sérgio Russo

Deus, o maior de todos os mistérios!

Desde que a mente lhe conferiu a amplitude, o homem percebeu a presença inaparente, e, no entanto, a mais aparente, que maravilhosamente se manifestava no âmago do seu ser e também ao seu redor. Da mesma forma, deu voz a um apelo interior irresistível mediante a necessidade imperiosa que sentia ao reverenciar de alguma forma uma força superior. Os milênios sem conta se passaram, a tecnologia evoluiu consideravelmente; o homem já atinge os corpos celestes mais distantes, porém a pergunta que suscita dúvidas até hoje é: Deus, essa força superior, existiria mesmo?
Sérgio Russo

Um pacto sinistro que ameaça a Terra!

Entre os anos de 1947 e 1952, pelo menos 16 naves voadoras não-terrestres caíram no nosso planeta. Desses acidentes resultaram os resgates dos corpos de 56 alienígenas, sendo que um deles foi capturado VIVO. As manobras de acobertamento e sigilo impediram que esses eventos transpirassem para o exterior do círculo militar de informações, o que não impediu, contudo, que algo viesse posteriormente a vazar.
Sérgio Russo

Nem todos os OVNIs são invulneráveis!

Os UFO´s, OVNI, Discos Voadores ou como quer que possam ser denominados, apesar de serem máquinas fantásticas e extremamente avançadas, assim como nos indicam as irrefutáveis evidências, não estariam totalmente isentos das falhas técnicas e dos acidentes delas decorrentes. A despeito dos negadores esses fenômeno contínuo que se manifesta em escala mundial, nos demonstra que diversas raças estariam por aqui, tripulando veículos (ou se preferirmos, vetores) dotados de um formato quase padronizado, porém de tipologias bastante variadas.
Sérgio Russo

Tipologias de um fenômeno

“Houston, aqui é a Discovery... nós ainda temos a espaçonave alienígena sob observação. Câmbio!” Que primor de transmissão! A NASA, após ter classificado dezenas e dezenas de observações efetuadas por outras missões como “lixos espaciais” e outras coisas ainda mais inverossímeis, numa transmissão via rádio reconhece que se tratava de uma espaçonave... E ainda por cima ALIENÍGENA!
Sérgio Russo

Os OVNIs deixam suas marcas!

Um dos argumentos mais fortes praticados pelos tradicionais negadores é aquele que diz respeito à suposta falta de provas tangíveis da realidade física dos chamados Objetos Voadores Não Identificados. Mas será que não existiriam realmente? Sem contar com aquelas que comprovadamente foram confiscadas pelos meios militares e governamentais das grandes potências mundiais, geralmente obtidas nos locais em que ocorreram acidentes com aquelas naves, temos outras evidências sempre encontradas nos sítios em que elas efetuaram seus pousos!