Principal » Artigos de Pollyanna Alves
Pollyanna Alves

Meu professor de Literatura

Bate o sinal e logo ele entra porta adentro. Coloca suas pastas e diários sobre a mesa e olha firmemente para algumas cabeças que não conseguem acompanhar o seu raciocínio e logo tremem com o olhar fulminante que ele lança pra amedrontar. E eu fico na minha, estou sempre brincando de amor real, ora com o nome do professor de Espanhol e ora com o nome do professor de química. Sinto vontade de levantar da cadeira e dançar quando ele começa a recitar Gonçalves Dias, andando de um lado pro outro engraçadamente dizendo:
Pollyanna Alves

Gramática delivery

Às vezes eu erro na gramática. Mal consigo me conter, em tentar fazer parecer que tudo é do jeito que eu quero que eles sejam. Nem sempre eu quero seguir o coerente curso do emprego da palavra. Tem dias que acordo e quero usar o porque separado ou junto pra simbolizar união de idéias ou junto com acento circunflexo pra enfeitar a frase. Quem é que ousará me impedir? Se nem tudo tem sentindo aqui, se nem tudo tem sentido lá. Se eu entrar em um salão e a manicure falar do catarro do filho dela eu ficarei mesmo enojada, porque eu preferia ouvir a cotação do dólar, falar sobre a baixa do Euro e dos assuntos mais importantes, para colocar fim na miséria do povo brasileiro.