Pedro do Coutto

Se Dilma fugir da raia…

Por em 26/04/2015
Se Dilma fugir da raia…

Lula, o marqueteiro João Santana e o ministro da Secom, Edinho Silva, estão aconselhando a presidente Dilma Rousseff a não dirigir, pela televisão, a tradicional mensagem de primeiro de maio ao povo brasileiro. Os três, e mais alguns auxiliares do Palácio do Planalto, chegaram à conclusão , de que qualquer pronunciamento dirigido à sociedade... »

PT naufraga no mar revolto da corrupção

Por em 22/04/2015
PT naufraga no mar revolto da corrupção

O PT, assim, praticamente naufraga num mar da corrupção, cujas águas revoltas escolheu cruzar. É claro que a perspectiva não é das melhores. Mas também Andréia Sadi e Marina Dias transmitem a impressão inevitável de que a fonte dos recursos financeiros secou para o partido. Tanto assim que no final da semana passada a... »

Aumentar impostos agora?

Por em 20/04/2015
Aumentar impostos agora?

Uma contradição embutida na política global do próprio governo. De um lado uma política voltada para conter a taxa inflacionária com medidas restritivas. De outro, o risco de romper com as organizações sindicais. E no topo do triângulo, o temor de desagradar o ex-presidente Lula. Dilma Rousseff, portanto, não dispõe de largo campo de... »

A farsa das doações para campanhas

Por em 19/04/2015
A farsa das doações para campanhas

É claro que as empreiteiras e fornecedoras vão fazer doações maiores para os candidatos à presidência, aos governos estaduais e municipais que aparecem bem nas pesquisas. Maiores recursos para os que estiverem na véspera de receber a caneta mágica do poder. É lógico, não é preciso sequer ser inteligente para interpretar o eterno jogo... »

Cresce número de inadimplentes

Por em 09/04/2015
Cresce número de inadimplentes

Agravando a situação dos endividados inadimplentes, surge a questão de que as elevações do custo de vida antecedem – não sucedem – , os reajustes salariais. Assim, os aumentos ocorrem diariamente e se adicionam à obrigação dos juros pelas prestações em atraso. Surge então um processo devastador com reflexos na própria estrutura social, jogando... »

Corte no orçamento divide o governo

Por em 06/04/2015
Corte no orçamento divide o governo

O projeto de cortar 80 bilhões de reais no orçamento da União para este ano, de autoria do ministro Joaquim Levy, está dividindo o governo. A presidente Dilma Rousseff, assim, terá que assumir a decisão final quanto à iniciativa, que também depende de aprovação pelo Congresso. Como alguém disse no passado, o remédio pode... »

Dilma entrou pelo cano, e nós também!

Por em 26/03/2015
Dilma entrou pelo cano, e nós também!

O jornal britânico "Financial Time", matéria transcrita pelo "O Globo" na edição de 23, prevê que a situação econômica brasileira pode se agravar em 2015 e até estender-se por mais tempo. De fato, esse é o desafio que se coloca à frente da presidente Dilma Rousseff: sair da crise o mais rapidamente possível, pois... »

As confusões de Levy

Por em 22/03/2015
As confusões de Levy

O titular da Fazenda pede rapidez para aprovação do projeto que introduz modificações na contabilidade fiscal do país, incluindo as desonerações nas folhas de pagamento das empresas, mas surpreendentemente, a meu ver, diz que o governo ainda está concluindo a elaboração da matéria que, em princípio, substitui a medida provisória devolvida pelo senador Renan... »

Constituição blinda Renan e Cunha contra ações judiciais

Por em 12/03/2015
Constituição blinda Renan e Cunha contra ações judiciais

Os que sonharam que os processos, mesmo na esfera do Supremo Tribunal Federal, vão transcorrer rapidamente contra Renan e Eduardo Cunha, principalmente entre aqueles que possuem foro especial, estão enganados. Basta ler os artigos 53, 54 e 55 da Constituição para se chegar a esta conclusão. Há uma série de obstáculos a serem transpostos... »

A mentira do superávit primário

Por em 04/03/2015
A mentira do superávit primário

A presidente Dilma Rousseff vai editar um decreto ampliando em 65,5 bilhões de reais os cortes nos gastos do Tesouro até o mês de abril, no sentido tanto, é claro, de reduzir as despesas públicas, quanto para assegurar o enigmático superávit primário, que não passa de um sofisma para os desembolsos e receitas do... »

Busca

Colunistas