Mauro Santayana

Governo do PT não tem nada de comunista!

Por em 15/03/2015
Governo do PT não tem nada de comunista!

Muitos brasileiros também vão sair às ruas, neste domingo, por acreditar, assim como fazem com relação à afirmação de que o PT quebrou o país, que o governo Dilma é comunista e que ele quer implantar uma ditadura esquerdista no Brasil. Não é o fato de ter como símbolo uma estrela solitária ou vestir... »

O que a presidente não disse na televisão…

Por em 13/03/2015
O que a presidente não disse na televisão…

O grande dado econômico dos “anos PT”, não são os 370 bilhões de dólares de reservas monetárias, que deveriam, sim, ter sido mencionados, ao lado do fato de que eles substituem, hoje, os 18 bilhões que havia no final do governo FHC, exclusivamente, por obra e graça de um empréstimo de 40 bilhões do... »

De confiscos e de impeachments

Por em 18/02/2015
De confiscos e de impeachments

No carnaval, cerca de 200 pessoas se reuniram na Avenida Paulista, para pedir uma “intervenção” militar, com a derrubada do governo. No Whatsapp convocam-se brasileiros para saírem às ruas pelo impeachment da Presidente da República; para que não se abasteça em postos da Petrobrás, as multinacionais penhoradamente agradecem, e alerta-se a população para que... »

O dragão e o urso

Por em 17/02/2015
O dragão e o urso

Depois de afirmar, sob pressão de um Congresso majoritariamente republicano, que pretendia enviar armamento letal "defensivo" para ser usado pelo governo ucraniano contra “rebeldes” de cultura e etnia russa, o presidente dos EUA, Barack Obama, amenizou suas declarações, após se encontrar com Angela Merkel na Casa Branca. A chanceler alemã e o presidente francês,... »

O dólar vermelho

Por em 11/02/2015
O dólar vermelho

A imprensa internacional destaca o crescimento da economia norte-americana, o que está sendo negado por observadores como o ex-secretário do Tesouro dos EUA John Craig Roberts, que afirma que os números são falsos, fruto de manipulação de dados de financiamento do sistema de saúde. Enquanto isso, cresce o protagonismo diplomático, econômico e geopolítico da... »

O terror, o ‘Ocidente’ e a semeadura do caos

Por em 27/01/2015
O terror, o ‘Ocidente’ e a semeadura do caos

Há alguns dias, terroristas franceses, ligados, aparentemente, à Al Qaeda, atacaram a redação do jornal satírico parisiense Charlie Hebdo, em represália pela publicação de caricaturas sobre o profeta Maomé. Doze pessoas foram assassinadas, entre elas alguns dos mais famosos cartunistas e intelectuais do país, e dois cidadãos de origem árabe, um deles, estrangeiro, que... »

O Brasil e o patrimonialismo

Por em 23/01/2015
O Brasil e o patrimonialismo

O novo Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou, há alguns dias, que, no financiamento a empresas, é preciso abandonar o "patrimonialismo" e apoiar a "igualdade de oportunidades" e a "impessoalidade" do Estado. O que o Ministro quis dizer com isso? Será que ele estava sugerindo que acredita que uma empresa nacional, que paga dos... »

O Brasil e os refugiados

Por em 17/01/2015
O Brasil e os refugiados

O CONARE, do Ministério da Justiça, informa que, em 2014, aumentou em três vezes a concessão de refúgio pelo Brasil, para 2.320 estrangeiros beneficiados, com relação ao ano anterior. A maior parte dos refúgios foi concedida para sírios, seguidos de libaneses, devido à caótica situação vivida pelo Oriente Médio e o Norte da África,... »

O nazismo entre nós

Por em 15/01/2015
O nazismo entre nós

Nos últimos tempos fez fama na internet a imagem de uma suástica no fundo de uma piscina, no quintal de uma casa de Pomerode. Seu proprietário foi identificado, posteriormente, como o professor Wandercy Pugliese, que dá aulas em “cursinhos” na região, e já teve vasta coleção de objetos de inspiração nazista apreendidos... »

Feliz Ano Novo! O Brasil não é só feito de ladrões!

Por em 01/01/2015
Feliz Ano Novo! O Brasil não é só feito de ladrões!

Inaugura-se, nesta quinta-feira, novo ano do Calendário Gregoriano, o de número 2015 após o nascimento de Jesus Cristo, 515, depois do Descobrimento, 193, da Independência, e 125, da Proclamação da República. Tais referências cronológicas ajudam a lembrar que nem o mundo, nem o Brasil, foram feitos em um dia, e que estamos aqui como... »

Busca

Colunistas