グッチ アウトレット グッチ バッグ グッチ 財布 グッチ 長財布 グッチ 激安 gucci 財布 グッチ アウトレット 店舗 グッチ バッグ メンズ グッチ 財布 203550 グッチ 長財布 本物 グッチ 激安 バッグ gucci 財布 アウトレット グッチ アウトレット グッチ バッグ 新作 グッチ 財布 新作 グッチ 長財布 メンズ グッチ 激安 通販 gucci 財布 2015 グッチ アウトレット 店舗 グッチ バッグ 人気 グッチ 財布 アウトレット グッチ 長財布 激安 本物 グッチ 激安 本物 gucci 財布 レディース グッチ アウトレット グッチ バッグ 通販 グッチ 財布 2015 グッチ 長財布 レディース グッチ バッグ 激安 gucci 財布 通販 グッチ アウトレット 店舗 グッチ バッグ ピンク グッチ 財布 レディース グッチ 長財布 人気 グッチ 財布 激安 gucci 財布 激安 グッチ アウトレット グッチ バッグ 本物 グッチ 財布 通販 グッチ 長財布 アウトレット グッチ 激安 財布 gucci 財布 人気 グッチ アウトレット 店舗 グッチ バッグ メンズ
Marisa Bueloni | Debates Culturais – Liberdade de Idéias e Opiniões

Marisa Bueloni

Um canto de paz

Por em 26/01/2015
Um canto de paz

Minha alma deseja cantar um canto novo. Uma dessas harmonias benfazejas, capazes de nos fazer sonhar e revolucionar o mundo, o universo eternamente em expansão. Busco compreender o sentido da perene recriação cósmica, e o assombro é colossal. Jamais alguém conseguirá decifrar o grande mistério de Deus. É Ele o Alfa e o Ômega,... »

Velho ano novo

Por em 19/01/2015
Velho ano novo

Não. Não há feliz ano velho e parece não haver nem mesmo feliz ano novo. Ano vai, ano vem, e as mesmas coisas estão aí: o perigo dos conflitos entre países, a crise mundial, violência e muita corrupção. Além de atiradores enlouquecidos que matam vidas ainda florescendo ou que praticam atos de terrorismo. Feliz... »

Deus sabe o que faz

Por em 10/01/2015
Deus sabe o que faz

É ano novo. Frei Saul diria: “Gente, não muda nada, apenas a data na folhinha”. Eu também acho. As nossas batalhas são insignificantes perto das vitórias de Deus. Não temos ideia da Sua grandeza. Todo o universo é pouco para a extensão do Seu poderio. É Ele quem manda no ano novo. Depois que... »

As primeiras letras

Por em 20/12/2014
As primeiras letras

Na época dos vestibulares, é comum a divulgação na mídia das “pérolas” guardadas pelos colecionadores destas espécies genuinamente nacionais: os trechos de provas que se notabilizam, senão pela hilaridade, então pela tragédia que se abateu sobre o ensino como um todo. De fato, é difícil achar graça na desgraça. E o que tem ocorrido... »

A força da fé

Por em 11/12/2014
A força da fé

É maravilhoso pensar no auxílio divino e na maneira como o Senhor nos dá o livramento. Quando chegamos ao limite do insuportável, Ele vem e nos salva, levanta-nos com Sua mão poderosa. Se nossa dor é moral ou espiritual, liberta-nos de alguma forma, transformando uma situação aparentemente incontornável. Quando estamos sofrendo de modo sobre-humano,... »

Os cães não têm culpa

Por em 05/12/2014
Os cães não têm culpa

Às vezes, penso que sou uma “alma-vítima”, cuja expiação é ter de conviver com latidos de cachorros. Nada tenho contra animais, ao contrário, sempre tive profundo amor por eles. Contorcia-me de pena ao vê-los sofrendo em picadeiros de circos e cresci respeitando a vida de qualquer bicho. Morei duas décadas num bairro onde, por... »

Surto do bem

Por em 03/12/2014
Surto do bem

Bom, meus “melhores textos”, se os tenho, foram escritos em um surto que eu chamo “do bem” (ui!). Sim, aquele. É uma maravilha quando se tem consciência e controle sobre ele. Alguém perguntou que febre me ataca em certas crônicas. É o surto amigo que me assalta e o teclado todo não é suficiente... »

A água nossa de cada dia

Por em 20/11/2014
A água nossa de cada dia

Quando olhamos para um rio, vemos apenas o curso d’água que corre, deslizando poeticamente por entre pedras, carregando o murmúrio das águas e o eterno sonho dos peixes. Nossa visão, quase sempre, para aí. Um rio, em si, continuará sendo belo e profundamente inspirador, pelo que representa na natureza, como recurso para o fornecimento... »

Pobreza imoral

Por em 14/11/2014
Pobreza imoral

Desde que o mundo é mundo, as diferenças sociais existem e as pessoas habituaram-se a elas. Ainda que saltem aos olhos, firam a dignidade humana e causem indignação profunda, pobreza e miséria fazem parte da história da humanidade. Os sistemas políticos estão organizados de forma a privilegiar determinados segmentos, exatamente os que dão suporte... »

O tempo de vida

Por em 09/11/2014
O tempo de vida

A idade, nosso tempo de vida na Terra, confere-nos alguma autoridade. Ou um pouco de rigor moral, para saber emitir juízos de valor, onde a noção de certo e errado, do bem e do mal, esteja fortemente alicerçada. A idade e a contabilidade das nossas lutas e vitórias, dos erros e fracassos, emergem... »

Busca

Colunistas