Marisa Bueloni

Benquerenças

Por em 05/04/2014
Benquerenças

Quero o sabor da infância, a bolsa de couro, novinha, do antigo primário, com um cheiro que impregnava a alma e os sentidos. Quero uma lancheira com alça de cruzar no peito e um bolo de fubá feito pelas mãos da minha mãe. Quero de volta a inocência da vida. Aquela que todos perdemos,... »

A vida é feita de escolhas

Por em 29/03/2014
A vida é feita de escolhas

Parece que o título acima constitui a frase campeã do Facebook, em todas as suas formas e estilos. A frase vem enfeitada de fotos apaixonantes e emblemáticas. Sim, a vida é feita de escolhas. Feliz de quem acreditar nisso e apostar toda a sua energia nesta verdade fundamental. Temos, dentro da nossa alma, um... »

O bom combate

Por em 16/03/2014
O bom combate

A vida é um poema. E não fui eu que inventei isso. Vejo em toda parte uma poesia que se exibe e se expõe. O mapa da noite é um só e desenha mais que continentes e litorais. A luz do dia maravilhoso me permite ver ainda melhor. Vejo poesia nos objetos que toco... »

Ode ao Mar

Por em 02/03/2014
Ode ao Mar

Mar, identificado o teu perfil, reconhecido onde te espraias, ali fundear meu coração marinho. Alumbramento azul, azul. Minha alma, um transatlântico insubmergível rompendo a textura da água. À tona, a luminosidade, límpida evidência de tons, marulhares. No desvão das marés, a densa história de tua aventura. Que é mito, saga, água. Fértil de naturezas,... »

Sem palavras

Por em 22/02/2014
Sem palavras

O dever me chama. Tenho um texto para redigir. Minha sagrada crônica. Diante do computador, penso em tanta coisa. Vasta é a temática da vida. Vasto é o mundo e sua história. Não sei se abordo a realidade brutal que nos assalta a cada momento, ou se elaboro um texto construído de metáforas e... »

Um dia…

Por em 02/02/2014
Um dia…

Um dia, quem sabe, irei desejar a paz presente na respiração do universo. A paz dos riachos e das montanhas. A paz de uma praia deserta. Preciso de solidão e de quietude como do ar que respiro. Preciso da solicitude da vida, ou pereço. Quem sabe, um dia, meus pés tocarão a quentura das... »

Ano velho, ano novo

Por em 10/01/2014
Ano velho, ano novo

Já é ano novo, por incrível que pareça. Já estamos na segunda semana de 2014. Ano novo, ano novo, o que traz para o meu povo? Traz a esperança perdida e uma nova fé na vida? Traz a graça de outros tempos, quando havia encanto, música e poesia? E a gente era tão simples... »

Eterno Natal

Por em 24/12/2013
Eterno Natal

Houve uma vez um Natal e ele era um sonho. Todos os sonhos de Natal estavam dentro de mim e eu estava dentro deles, numa espécie de osmose espiritual, que revolucionou os elementos à minha volta e me levou ao êxtase sublime. Nada aconteceu. Foi uma vertigem de nadas. Contudo, era um Natal que... »

É a vida, e é bonita e é bonita…

Por em 21/12/2013
É a vida, e é bonita e é bonita…

É a vida, e é bonita e é bonita. Assim, diz uma canção popular cheia de esperança, onde se canta também que “ninguém quer a morte; só saúde e sorte”. Pois é. Contudo, nos deparamos com os imprevistos, os infortúnios, as vicissitudes, as perdas e dores. Assim é a vida. O que importa, em... »

Nota explicativa

Por em 24/11/2013
Nota explicativa

Recebi um e-mail lindo perguntando que apito eu toco. A-do-ro! Acho que é por causa da mistura de temas. Que apito, essa é boa. Eu toco o meu apito. Devo tocar uns apitos que incomodam. Por que haveria de tocar um só? Já pensou? Aquele apitinho monótono, aquela flautinha canhestra, um monocórdio chato, um... »

Busca

Colunistas