Principal » Artigos de Lygya Maya
Lygya Maya

A capacidade de se sentir capaz

Tenho presenciado muitas pessoas vivendo uma vida que não traz realização pessoal ou profissional para elas. Pelo contrário, essas pessoas vivem em sua maioria do tempo se lastimando e/ou deprimidas com uma vida que embora tenham escolhido viver, se sentindo totalmente insatisfeitas. Mas o curioso é que não se rebelam contra isso e não mudam seus pensamentos, suas decisões e suas ações. Resultado, vão vivendo pela vida afora se sentindo incapazes de alcançar a sua capacidade de transformação.
Lygya Maya

Três dicas para se auto motivar

Ter coragem para ousar a saltar em direção a um desejo, mesmo estando com medo é o segredo de muitos campeões em várias profissões e competições. "Quem não arisca não petisca" diz o ditado popular, e você, está faminta (o) para petiscar ou continuar manifestando os mesmos resultados do ano passado? Você esta pronta (o) para um novo começo? Talvez se sentir mais confiante em si mesma (o) ou sente que o medo está limitando você a dar um salto mais atrevido na vida? Seja o que for que esteja nas cortinas do show da vida aguardando para ter seu consentimento, depende de você saber o que você quer, quem você é e quais as responsabilidades que devem ser praticadas para continuar de forma vitoriosa.
Lygya Maya

Dicas para alcançar algo novo em sua vida

O novo como qualquer situação de dualidade da vida, pode ser temido por muitas pessoas assim como ser tão cobiçado por outros, que muitas vezes fazemos tudo ao nosso alcance para conquistá-lo. O fascinante processo de algumas situações de dualidade é que quanto mais tememos o novo mais o afastamos e quanto mais o desejamos mais o atraímos como um imã poderoso. Na chegada de cada ano novo se aproximando muitas pessoas dizem que desejam que tudo mude para melhor, porém que fazem para que isso aconteça é muitas vezes o que normalmente já fizeram e não adiantou, ou seja, há pessoas que tomam a decisão de exercitar mais o corpo,
Lygya Maya

Boas dicas para quem perdoa

Muitas vezes nos sentimos feridos emocionalmente por alguém que fez ou disse algo que nos desagrada profundamente. Ninguém nos fere emocionalmente, a realidade é que nós é que nos sentimos mal por causa da interpretação que damos a uma situação desagradável. Seja qual for o sentimento desagradável, rejeição, frustração ou decepção, são criados por nós mesmos. Ninguém abre nosso coração ou nossa cabeça e insere sentimentos dentro de nós. Um bom exercício para aprender a perdoar é se pondo no lugar da pessoa a qual achamos que está nos ferindo. Além disso, perguntar sobre a pessoa em questão e com o conhecimento adquirido, ultrapassar o lado pessoal, perdoando coisas que podem ser justificáveis de acordo com o passado daquela pessoa. Como por exemplo, ela pode ser uma pessoa sem educação, ou doente mental e emocional, assim como digna de pena por situações abusivas passadas. Nunca se sabe o que está por trás de ações negativas por parte de algumas pessoas.
Lygya Maya

Atenção para a raiva no trânsito!

Muitas pessoas no Brasil estão diariamente dirigindo seus carros e motos, comportando-se, de certo modo, como um resultado direto de seus estados emocionais. A emoção da raiva, em geral, é gerada pela interpretação de que alguém te desrespeitou. Quando você pensa que alguém te desrespeita, dependendo da sua maturidade emocional, você pode passar por vários sentimentos e reações em fração de segundos. Talvez dando um exemplo positivo seja uma boa influência, e talvez possamos evitar um desastre fatal, talvez nossa vida e a de outra pessoa seja poupada. Vale à pena isso pra você?
Lygya Maya

Descubra o nexo da questão

Muitas vezes nos surpreendemos agindo sem nexo em muitas situações, como se nossa inteligência não conseguisse achar sentido nas coisas que achamos correto fazer. Uma boa pergunta sempre poderá ser usada por nós para que possamos lutar com todas as nossas forças contra a incoerência da autossabotagem. A meu ver, se a gente faz as perguntas certas, ou seja, que nos fazem pensar profundamente no que estamos tendo como resultado em nossas vidas, estaremos usando nossa inteligência mental para lidar com nossa inteligência emocional da forma mais coerente possível. Penso que para isso nos serve ter duas partes distintas no cérebro, uma pra fazer sentido (parte mental) e a outra não (parte emocional). Qual delas você vai decidir usar para obter o melhor que a vida pode oferecer?
Lygya Maya

Dinheiro conta no amor também

O que você acha? Dinheiro influencia um relacionamento amoroso? Tenho várias histórias de como a influência do dinheiro conta no romance de muitos casais. Vou citar somente três para esse artigo não ficar muito comprido. "Marta e Paul se curtiram na Internet e se apaixonaram com todas as características que mostraram possuir, só que Paul morava na Austrália e Marta no Brasil e nenhum dos dois tinha dinheiro para pagar a passagem aérea de ida e volta. O que aconteceu? Nunca se encontraram e a relação foi esfriando por causa da falta de esperança de que um dia um dos dois teria dinheiro suficiente para fazer a viagem. Resultado: a falta de esperança acabou por separá-los e ambos viveram infelizes para sempre."
Lygya Maya

Três dicas para a solteirice sem tolice

Soube que existe o dia das solteiras no calendário de celebrações e pensei cá com meus botões... Será que há mulheres solteiras felizes de verdade? Acho que no período em que vivemos muitas mulheres escolhem o ditado “antes só do que mal acompanhada” com consciência e maturidade. Isso se dá com as mulheres mais amadurecidas ou mais bem-sucedidas financeiramente.
Lygya Maya

Três dicas para o pai, o filho e as emoções

Muitos homens se acostumaram a ouvir a frase “homem que é homem não chora” na infância e cresceram tentando controlar suas emoções a qualquer custo. Este “controle” pode gerar desconforto emocional por vários anos, podendo limitar o homem na demonstração de suas emoções. Uma das consequências desse modo de ser e agir costuma se expressar na velha atitude dos pais, de achar que deve existir uma palavra certa na hora certa, de pai para filho ou filha. Essa constatação me levou a aproveitar o mês de agosto e a celebração do Dia dos Pais, dedicando-me a escrever um artigo sobre o campo das emoções, com foco na relação entre pais e filhos.
Lygya Maya

E viva a amizade!

O significado literal da palavra amizade é o de uma relação afetiva, sem características romântico-sexuais, entre duas pessoas. Em sentido amplo, é um relacionamento humano que envolve o conhecimento mútuo e a afeição, além de lealdade. Você já teve ou tem um amigo do peito com quem você pôde contar a qualquer hora do dia ou da noite pra desabafar seus sentimentos? Se teve ou tem você sabe o valor que isso tem em nossa vida não é? Às vezes, uma palavra amiga vale mais do que várias sessões terapêuticas, concorda?
Lygya Maya

Como transformar um país

“A união faz a força”, diz o ditado popular. Embora isso seja verdade, uma minoria de brasileiros ainda não apoia os guerreiros que lutam para vencer uma guerra justa, como se pode ver pelas atuais manifestações e passeatas nas ruas. Por que você acha que isso ocorre? Talvez você pense que seu apoio não faz diferença, ou que uma simples atitude sua não vai dar em nada, ou é tudo ilusão e o governo vai continuar mandando e iludindo, etc... Porém, algumas das hipóteses mencionadas acima foram justamente as mesmas que influenciaram você e a grande maioria por décadas e por isso mesmo nada mudou, pelo contrário, piorou.
Lygya Maya

Dicas sobre o amor romântico sem estresse

Um dos mitos do amor romântico é que, quando conhecemos a pessoa a quem estamos destinados, o reconhecimento vem do fato de que nos apaixonarmos. Porém nem sempre isso acontece pois há casos entre amigos que se apaixonam depois de anos de amizade, e outros que até não se gostam à principio e depois passam a se gostar apaixonadamente. Uma das características do amor romântico é a ilusão de que a experiência irá durar para sempre. Tudo é possível e acredito que há raríssimos casais que podem afirmar isso, porem para a maioria a realidade é que não dura pra sempre, não aquela paixão desenfreada que sentimos nos primeiros anos de namoro na relação amorosa.
Lygya Maya

Proteja-se!

Estamos vivendo um verdadeiro “pesadelo social” no Brasil em relação à alta criminalidade; isso pode ser traduzido como falta de amor entre nós... hoje um conhecido artista, muito querido, foi morto a facadas em sua residência e uma amiga muito querida foi roubada e violentada. Por quê? Porque ainda há pessoas inocentes demais para entender que infelizmente não podemos mais confiar no nosso próximo. Ele abriu as portas de sua residência para um estranho e ela saiu às seis horas da manhã, em uma rua deserta, para caminhar. E tudo se transformou de uma forma negativa e bárbara.
Lygya Maya

Conselho aos fofoqueiros de plantão

Antes de fofocar sobre a preferência sexual de outros seres humanos o mais importante é cuidar de si mesmo. Isso sim, é inteligente e adequado, principalmente no processo evolutivo em que vivemos. O fato de as pessoas se preocuparem em gastar seu precioso tempo em achar isso ou aquilo a respeito do que algumas pessoas fazem em sua própria casa, seu próprio quarto, com seu próprio corpo, em sua própria vida, me deixa pasma. Será que é falta de assunto mais interessante pra falar? Ou falar da preferência sexual dos outros é mais divertido do que da sua própria vida sexual?
Lygya Maya

Declaração de uma metida à valente

Dá vontade de ir lá e bater em todos aqueles babacas! Gritava eu espumando de raiva entre os dentes e poros da juventude carente, pronta para morrer por um pingo de admiração perdida dentro de um sistema escolar falho e sem sensitividade bastante para evitar o bullying dos perversos estudantes ignorantes. Os anos se passaram, vi, testemunhei e me cansei de injustiças absurdas pelo mundo inteiro incluindo a falta de respeito dos pais com suas crianças. Pessoalmente eu tinha tanta raiva de quem me xingasse ou menosprezasse... que me lembro de ficar vermelha e trêmula de ânsia para fazer alguma coisa que parasse ou calasse o desrespeito e a desconsideração da minha honra, ao ponto de quase matar alguém que nem conhecia um dia com um simples chute de capoeira na vagina. Parou por ai! Jurei que nunca mais deixaria minha raiva me arrastar com ela para a violência, me metendo à valente, para ser respeitada por gente.
Lygya Maya

Como ter o que merecemos

Quantas vezes você pisa fora de sua zona de conforto e pede o que você quer na vida? Você se segura por causa do medo de ser rejeitado ou não sentir que você merece o que quer? Vou deixar aqui um pequeno segredo para você: todos nós temos o poder de pedir e obter o que desejamos na vida! Não importa que tipo de pessoa você é ou onde você está em sua vida, a lição deste artigo oferece um conteúdo valioso que pode encorajá-lo a falar e negociar o que você merece. Lembre-se, o poder de persuasão é uma habilidade que pode ser aprendida!
Lygya Maya

Cinco dicas para lidar com rejeição sem medo

Há vários tipos de rejeição: rejeição amorosa, de amigos, de família, de colegas no trabalho, de entrevista de emprego, etc... A maioria das pessoas tem tanto medo de rejeição que preferem não participar de algo que querem consideravelmente. Com isso limitamos qualquer possibilidade de sucesso naquilo que desejamos alcançar. Precisamos lidar com rejeição de uma forma ou de outra em nossa vida, portanto, isso precisa ser superado para que não sejamos limitados em nossos esforços e méritos.
Lygya Maya

Como medir nossa capacidade

Você já experimentou medir sua capacidade em relação a criar algo? Já testou sua coragem enfrentando o desconhecido? Já se arriscou a confiar em si mesmo sem limitações? Todos nós nos sentimos incapacitados de fazer algo alguma vez em nossas vidas. Isso acontece quando duvidamos de nós mesmos e começamos a nos questionar de uma forma negativa, ou seja, sentimos emoções desconfortáveis como: desilusão, medo, raiva, ansiedade, sem esperança e força de continuar nossa jornada de uma forma vitoriosa. O efeito que esse círculo vicioso traz para nossa vida é desastroso, o sentimento de incapacidade bate em nossa cara e paramos de agir, aprender, crescer e contribuir.
Lygya Maya

Descubra a importância da sua história

Remoer, reviver histórias do passado pode ter um resultado devastador. Podemos perder momentos que poderiam ser novos e inesquecíveis, como também ser apanhados pela depressão. Quando se é apegado em demasia ao passado, teimando em reviver tristezas, a depressão acaba sendo uma constante presença no aqui e agora. Por outro lado, pessoas que se apegam a antigas memórias, se achando o máximo por suas proezas ou por um tipo de sucesso que ficou lá atrás, acabam se tornando esnobes e sem a mínima noção de humildade. Sugiro que use histórias pessoais fazendo delas grandes lições para um futuro melhor, sem ressentimentos e/ou ilusões que perturbem a realidade do agora.
Lygya Maya

“Estar em controle”: o que isso significa para você?

Muita gente passa a maioria do tempo de suas vidas tentando ter controle, mas o que, especificamente queremos controlar? Que fatos fazem com que nos sintamos em controle para sermos sadios e felizes? Em geral queremos ter controle sobre nossas experiências, nossos pensamentos e sentimentos, assim como ações. Queremos controlar os resultados de relacionamentos que temos no nosso mundo exterior e interior. No meu entendimento é isso que procuramos. Porém, esse desejo pode ser uma faca de dois gumes: se controlamos em demasia, podemos nos tornar rígidos e limitados. Por quê? Porque tudo começa a ter resultados esperados de acordo com o planejado e deixamos de usar nossa criatividade e espontaneidade. Esse processo pode nos trazer obsessão por fazer tudo certinho e impecável com rotinas controladas; em consequência, perdemos a oportunidade de criar novas oportunidades e sentimos dificuldade de colaborar com outras pessoas porque, agindo desta forma, não conseguimos lidar com coisas que não se encaixam em nossa rotina controlada. Perdemos a nossa liberdade de ação e divertimento com a variedade das coisas que podem surgir de repente.
Lygya Maya

Descubra a importância da família em nossa vida

Você que veio de família feliz, parabéns pela boa sorte. Você que veio de família infeliz preste atenção às minhas palavras. A família é nosso primeiro contato com o mundo. Se tivermos a sorte de termos uma família equilibrada e cercada de parentes felizes, maravilha! Na maioria das vezes cresceremos equilibrados emocionalmente e experimentaremos uma vida bem sucedida. Caso contrário é um drama interminável que se não formos fortes o suficiente para lidar com os traumas deixados pelas más experiências passadas estaremos fritos emocionalmente.
Lygya Maya

Três dicas para cuidar da saúde física com esperteza

Embora nossa saúde física seja um dos assuntos mais falados, discutidos e divulgados de todos os tempos, nós seres humanos ainda contraímos gripe, muito de nós temos o sistema imunológico baixo, dores aqui e ali, etc... Por que não aprendemos a excelente lição que os asiáticos nos dão há milhares de anos? A palavra mágica é prevenção. Podemos e devemos nos prevenir; no entanto, não o fazemos o suficiente porque não estamos habituados a isso. E é justamente por isso que temos no Brasil um dos maiores números de farmácias do mundo, espalhadas em cada esquina de cada cidade. A indústria farmacêutica é uma explosão de negócios bem-sucedidos.
Lygya Maya

Descubra o que o diálogo interno faz com a sua vida

O diálogo interno não é apenas uma conversa sem sentido. Ele tem uma maneira de criar sua própria realidade. Dizer a si mesmo que você pode fazer alguma coisa ajuda que isso aconteça. Dizer que você não pode fazer algo pode tornar-se realidade. Dizer a si mesmo que você nunca vai perder peso é como comer um saco inteiro de batata frita. Dizer que é muito difícil encontrar outro emprego provavelmente vai influenciar você a assistir TV em vez de atualizar seu currículo. Na verdade, as pessoas que pensam negativamente tendem a ser menos sociáveis e têm redes sociais mais fracas do que os pensadores positivos. Vários estudos vincularam emoções confortáveis, com relacionamentos mais satisfatórios, mais romance, e baixas taxas de divórcio
Lygya Maya

Descubra os três obstáculos para a evolução espiritual

Outro dia fiz parte de um seminário on-line com 28.000 pessoas de todos os lugares do planeta. O palestrante, chamado Craig Hamilton, especialista no assunto, mencionou que temos três obstáculos que nos impedem de evoluir. Achei a informação interessante e passo a dividir com você o que talvez já saiba, mas, em todo caso é sempre bom lembrar. O primeiro obstáculo é nossa impressão sobre mudança, ou seja, nós não acreditamos profundamente que uma mudança extraordinária é possível. Quando olhamos em nossa volta e vemos algo parado, não significa que isso não vai mudar; pelo contrário tudo muda, eventualmente.
Lygya Maya

Nua emocionalmente: declaração de uma guerreira

Eu sempre senti que nasci para ser uma estrela em Hollywood, mas o meu medo me impediu de subir no topo dos meus sonhos. Desde que eu era criança, eu podia cantar em sintonia, eu podia pensar como filósofa e eu podia dançar como uma bailarina, mas, ainda assim, eu não compartilho com muitas pessoas o que todo o meu corpo, mente e emoção pode fazer a fim de tocar milhões de corações. No outro dia fui a um show em que uma amiga querida cantava um repertório em forma de samba. No final da apresentação, ela convidou algumas pessoas sentadas na plateia para se voluntariar e cantar uma música no palco. Meu nome foi mencionado por alguns, mas eu nem me movi, preferi fica “na minha”. Quando fui abraçá-la, felicitando-a por sua performance, ela me perguntou: “Lygya, por que não foi ao palco para cantar?” Minha resposta foi: “Eu tive vergonha ...”
Lygya Maya

Três dicas para lidar com a saudade

É um fato, sentimos saudade das pessoas que amamos quando a separação acontece, seja pela morte de algum ente querido ou simplesmente pela mudança física para algum lugar distante. Muitos dizem que a saudade “dói”; porém, temos a escolha de sentir saudade com “prazer”. Muitos de nós sofremos demasiado com o sentimento da saudade, por nos concentrarmos somente na falta que nossos entes queridos deixaram em nossas vidas, após sua morte, ou na falta de amigos, seja porque estes se mudaram, seja porque fomos nós que nos mudamos dos lugares em que vivemos. Muitas pessoas deixam de dormir, ou comer ou mesmo viver, por causa da saudade.
Lygya Maya

Como tratar uma visita extraordinária

Para meu espanto, numa tarde de domingo, andando em direção ao meu computador, vejo no meu tapete verde marroquino nada mais nada menos do que uma abelha rainha do maior tamanho que já vi em qualquer filme do Walt Disney. Olhava para ela espantada e sem ação, por alguns minutos apreciando aquela cor de caramelo brilhante e listas pretas no corpo gordo e as asas douradas, parecia uma aparição, de tão grande. Ficou ali parada enquanto eu me movimentava procurando algo de plástico transparente para apanhá-la sem que a tocasse (estava com medo de ser picada) e ajudá-la a voar de volta para a mata em frente do meu apartamento, de onde naturalmente tinha vindo, ao sair de dentro de sua colmeia.
Lygya Maya

Determinação: uma qualidade que nos ajuda a alcançar o que queremos

O ato de permanecermos firmes em um objetivo, encarando nossos medos, ânsias e dúvidas nos abre oportunidades e pode nos levar a aprender lições importantes para o sucesso de um projeto. Seja esse projeto de negócios ou de amor. Fazer com que aconteça o que queremos muitas vezes nos desafia ao extremo, porém, fazendo um teste de bravura, criatividade e até mesmo de curiosidade, poderemos ganhar experiência, paciência e independência. Determinação é a qualidade à qual aqui me refiro. É muito difícil ter determinação sem autoconfiança. É a autoconfiança que nos ajuda a seguir em frente, procurando ângulos diferentes para alcançar nossa meta.
Lygya Maya

Como tirar vantagem do dia 21/12/2012

Em relação ao dia 21/12/2012, após tantos comentários catastróficos e sarcásticos sobre o fim do mundo, pessoas mais conscientes já visualizam uma data em que é chegado o fim de um período e o início de outro, de uma forma mais avançada em relação ao nível de nossas vibrações atuais. Talvez estas pessoas tenham optado por dar a si mesmas a chance de conhecer uma possível e nova experiência, por puro divertimento ou por gostar de provar que teorias podem ser ultrapassadas. Uma coisa é certa: caso não abrirmos nossos horizontes para “o novo”, estaremos fadados à mesmice dos preconceitos de ontem. Tenho certeza de que o sol não nasce da mesma forma todos os dias, o arco-íris não cria as mesmas cores, as ondas do mar não quebram do mesmo jeito e cada vez que sorrimos não sentimos a mesma sensação. Portanto, quem somos nós para impedir a criação “do novo” no decorrer da nossa missão?
Lygya Maya

Como se beneficiar nos dias 12/12/2012 e 21/12/2012

Onde quer que esteja no dia 12/12/2012 e no dia 21/12/2012, preste atenção aos horários de: 00:01h às 06:00h da manhã e de 12:00h às 15:00h. Nesses horários, a energia do nosso planeta estará mais elevada do que de costume, pois a Terra estará sendo ainda mais influenciada pelas energias dos outros planetas. Portanto, caso possa se dedicar a uma meditação, seja a sós ou em companhia de um grupo consciente e solidário, nesse período, assim o faça. Concentre-se e abra sua mente e coração, a fim de receber ondas vibratórias benéficas ao seu espírito, mente, emoções e corpo.
Lygya Maya

Como a determinação pode influenciar a educação

Em uma reunião com cerca de sete estudantes do ensino público brasileiro, com idades entre 17 e 20 anos, tive um choque educacional. Eles falavam de problemas nas escolas que eu, de olho arregalado, ouvia e cada vez mais me horrorizava, mas também me emocionava, diante de tanta bravura e determinação em seus corações. Eles faziam parte de um grupo selecionado para um projeto intitulado "Bom Aluno", projeto esse que escolhe dentro do sistema educacional público alunos do ensino médio, de baixa renda, porém excepcionais em seus resultados na escola, para serem apoiados financeiramente em sua educação até a universidade.
Lygya Maya

Como comunicar sem se machucar

Impressionante como nós adultos mesmo estando intelectualmente providos de um conhecimento lógico razoável e ainda asso, caímos nas armadilhas emocionais da falta de comunicação e destruição de amizades e relacionamentos amorosos assim como desavenças familiares. Há algo mais forte que nos impulsiona a reagir e agir de forma imatura e até mesmo assustadora algumas vezes sem controle. O que isso quer dizer? Ignorância emocional.
Lygya Maya

Cinco dicas para aprender a viver se divertindo

Para que a gente aprenda a viver extraordinariamente bem não há escolas, a gente aprende a viver no dia a dia, de acordo com o que a sociedade nos ensina e, por isso, agimos de acordo com o que vimos e ouvimos desde criança. Isso quer dizer que a grande maioria vive moldada por influências externas. Quando os intelectuais começam a analisar e questionar muito a parte lógica do aprendizado, se perdem na seriedade e o processo do aprendizado + experiência se torna nulo, pois somente uma parte do cérebro está funcionando e a parte emocional não sente os resultados que o coração grita por alcançar. Por exemplo, a felicidade de vitórias conquistadas com desafios muitas vezes difíceis de ultrapassar.
Lygya Maya

Como brincar sem se envergonhar

O dia da criança foi festejado por milhares de seres humanos pequenos, ativos e hilários. E nós adultos? Lembrar a magia da criança que nunca morreu dentro de nós seria saudável? Recomendo festejar com as crianças deixando elas liderem sem muito controle pra impressionar ou parecer uma pessoa séria e colocada para os outros adultos em nossa volta. Pronto você esta se relacionando ao mundo infantil sem julgar, sem se estressar, sem ser tanta seriedade adulta e rotineira.
Lygya Maya

Como se inspirar com a esperança

A explicação literal da esperança é uma crença emocional na possibilidade de resultados positivos relacionados com o que queremos que aconteça. A esperança requer perseverança, ou seja, acreditar que algo é possível mesmo quando há indicações do contrário. Exemplos de esperanças incluem ter esperança de ficar rico, ter esperança de que alguém se cure de uma doença, ou ter esperança de que uma pessoa tenha sentimentos de amor recíprocos. Geralmente uma pessoa deprimida tem menos esperança do que uma pessoa alegre pelo simples fato de pensar que a vida vai trazer coisas novas e boas sem seu esforço mental, emocional, espiritual e físico; porém, a vida, na realidade, irá sempre nos agraciar com coisas novas a partir do momento em que nos predispomos a focar nossa atenção no coração e na determinação da mente somada à ação, ou seja:
Lygya Maya

Você se considera independente emocionalmente?

O título deste artigo foi motivado por um caso do qual tomei conhecimento há poucos dias e que não podia deixar de dividir aqui com você. Esse relato tem sua importância, não apenas por nos trazer lições imprescindíveis para nossa felicidade e equilíbrio emocional, mas também pela lição de liberdade que o resultado aqui descrito poderia trazer para os corações de milhares de pessoas. Falo particularmente daquelas pessoas desesperadas em consequência de relações frustradas, tão presenciadas no nosso cotidiano. Vamos lá:
Lygya Maya

Amar pelo prazer de amar

Que lição eu poderia ter aprendido daquela mulher apaixonada pela vida e pelo prazer de amar sem restrições? Que o amor é muito mais importante do que o medo? Que o amor é muito mais certo do que a dúvida? Que o amor é muito mais forte do que o vazio? Que o amor é a chave da entrega além das trevas? Não importa o que seja, para aquela mulher o amor valia por sua magia. Amar pelo puro e ilimitado prazer de amar sem me preocupar...
Lygya Maya

Três dicas para o relacionamento pai, filho e emoção

Muitos homens se acostumaram a ouvir a frase "Homem que é homem não chora" na infância e cresceram tentando controlar suas emoções a qualquer custo. Este "controle" pode gerar desconforto emocional por vários anos, podendo limitar o homem na demonstração de suas emoções. Uma das conseqüências desse modo de ser e agir costuma se expressar na velha atitude dos pais, de achar que deve existir uma palavra certa na hora certa, de pai para filho ou filha. Essa constatação me levou a aproveitar o mês de agosto e a celebração do Dia dos Pais, dedicando-me a escrever sobre as emoções, com foco na relação entre pais e filhos.
Lygya Maya

Uma diferença peculiar entre amigos e negócios à parte

Quantas vezes ouvi essa expressão e quantas vezes vi que não valia muita coisa para a maioria de nós brasileiros. Essa filosofia é usada no exterior, por milhares de amigos que, quando se dizem amigos e tem algum negócio a comprar de um amigo, fazem questão de pagar o preço integral, ou seja, sem desconto. Ao contrário de nós brasileiros que pensamos e agimos em referência à amizade da seguinte forma; quanto maior a amizade maior é a expectativa de ter um desconto muito maior do que os outros ou nem pagar por ser um amigo.
Lygya Maya

Descubra como a coincidência não tem nada a ver com a sintonia

Há muitos anos que ouço pessoas exclamarem: “que coincidência te ver aqui!” e eu automaticamente reajo, dizendo: “coincidência não existe, o que existe é sintonia. Raríssimas pessoas tiveram curiosidade em relação ao que eu disse e me perguntaram o que eu queria dizer com isso. Limitavam-se a sorrir sem entender bem e passar rapidamente a outro assunto. Porém, na minha teimosia e alucinação em querer contribuir para a felicidade do meu próximo, encaro isso como mais uma razão para insistir em um assunto que poucos se concentram, porém, importantíssimo para a manifestação da felicidade em nossas vidas.
Lygya Maya

O que pode salvar nosso emprego?

A criatividade é uma das ferramentas mais valorizadas no mundo contemporâneo. Mas vamos nos deter e nos concentrar no enfoque deste tema, relacionando-o mais especificamente ao campo do trabalho, ao nosso exercício profissional. A grande vantagem de uma pessoa olhar qualquer desafio no trabalho como uma oportunidade para praticar sua criatividade, de uma maneira positiva, é focar sua atenção no avesso da questão, quando negativa. Não se esqueça de que somos uma espécie de pacote: integramos dentro de nós diferentes compartimentos que influenciam nosso comportamento como um todo, e se não estamos nos sentindo bem emocionalmente na nossa vida pessoal, isso poderá, eventualmente, influenciar a nossa vida profissional.
Lygya Maya

Nossa força magnética

Todos nós eventualmente testemunhamos e/ou criamos histórias que nos fazem arrepiar, gritar de alegria ou chorar de tristeza, historias que irão sempre mexer com nossas emoções, de uma forma inesquecível. Esta semana decidi dividir uma historinha em particular para que você se inspirasse e influenciasse o curso de sua vida para melhor. Essa é uma dessas historinhas sobre a força do pensamento de uma mulher chamada Linda de 60 anos de idade que chegou nesta idade de uma maneira extraordinária apesar de muitos desafios ao longo da vida. Nesta fase da vida Linda sentia que ainda poderia criar sonhos e inspirar pessoas a descobrir o poder de seus pensamentos. Observe como Linda consegue usar sua autoestima e determinação para alcançar seus desejos independente dos obstáculos que a vida lhe traz de bandeja. Essa é uma sessentona que conquista e alcança seus desejos independente das limitações humanas.
Lygya Maya

O poder e o dinheiro

Quando pergunto a certas pessoas o que é o dinheiro para elas, a resposta é, geralmente: “O dinheiro é poder”. Eu discordo. Se dinheiro tivesse “poder”, como muitos pensam, não se esconderia tanto das pessoas pobres e sofridas, não causaria tanta injustiça na sociedade, e não escolheria ser escravo de psicopatas, como governantes corruptos como os nossos, que nunca saciam sua sede de ter mais dinheiro, mesmo sem saber como empregá-lo ou utilizá-lo de uma maneira nobre e inteligente. O que adianta acumular bilhões de dinheiro às custas do povo sofrido, e não fazer absolutamente nada que sirva de orgulho no nível da contribuição positiva?
Lygya Maya

O poder do processo emocional em nossas vidas

Nossas emoções começam a se formar, de acordo com a maneira com que fomos educados, influenciados e guiados por todos à nossa volta. Nos primeiros estágios da nossa vida são que muitos traumas ocorrem, e somos ensinados a controlar nossas emoções. Portanto, os estágios iniciais determinarão a confirmação de nossas emoções para o resto de nossas vidas. Dependendo do que acontece nesta fase, nós seremos pessoas bem sucedidas nos negócios ou não, deprimidas ou não, gordas ou não, alérgicas ou não, e teremos relacionamentos românticos ou sociais saudáveis ou não, e assim por diante.
Lygya Maya

Como a interpretação pode nos salvar de uma briga

As interpretações baseadas em experiências passadas têm o efeito de parasitas no sistema nervoso, passando a ser nocivas para o resto da vida, se não ficarmos atentos às interpretações que damos a elas. Conheço uma mulher que se baseia tanto em suas experiências negativas anteriores, que com dificuldade consegue ter uma conversa sadia para seu próprio prazer. Geralmente, ela se ofende com uma pergunta inocente, porque pensa que a pergunta tem um significado implícito e este não é positivo. Sente-se vítima da pergunta sem intenção de ofender ou julgá-la. Pessoas assim não “ouvem” a pergunta, elas “interpretam” a pergunta, e a comunicação se torna uma tortura para ambas as partes. Há frustração na pessoa que perguntou – por não estar sendo ouvida – e na que “reage” de maneira evasiva – por se sentir julgada. O resultado pode ser desastroso, muitas vezes causando discussões desnecessárias.