Principal » Artigos de Luiz Cordioli
Luiz Cordioli

Um país de cordeiros, que sempre aceitam ser explorados…

Enquanto isto, os contratos destes canalhas continuam andando. O Brasil não pode parar. Penso muito na Camargo Corrêa quando entro na Bandeirantes, estrada construída e paga com meu dinheiro, seu dinheiro, leitor paulista, nosso dinheiro cidadão. Empresa bandida, cobrando pedágio de pessoas comuns, que não têm como impedir. De minha cidade à capital, ida e volta, R$ 80,00 reais, por viagem! E toca o bonde que, em 2016, chegaremos a R$ 100,00…
Luiz Cordioli

O rombo no Brasil é de trilhões!

Prezados, fica meio ridículo falarmos e discutirmos minúcias de alguns bilhões, até mesmo R$ 100 bilhões, enquanto o vazamento colateral atual está na casa dos trilhões. Acabo de resumir um aspecto de uma planilha com dados oficiais do Tesouro Nacional, o total de juros e amortizações pagos ano a ano pelo governo, desde 1995, até antes, se quisermos. A despeito de manipulação de valores (a meu ver real), mesmo assim, para minha surpresa, com o índice de atualização ali colocado, o IGP-DI, constata-se que desde 1995, entre FHC, Lula e Dilma, a média anual de gastos com juros e amortizações (todos não auditados em desrespeito ao que exige a Constituição) ascende à casa de R$ 860 bilhões por ano, todo ano, desde 1995, repito. São exatos e totais R$ 17,2 TRILHÕES, com dados oficiais do Tesouro Nacional!
Luiz Cordioli

Reflexões sobre o Capitalismo brasileiro

Interessante o capitalismo brasileiro: Volkswagen do Brasil; Siemens Brasil; Alcoa Brasil; Alstom Brasil; Ford Brasil; Toyota do Brasil; Cargill Brazil; Monsanto do Brasil; Vale no Brasil; Santander Brasil; City Bank Brasil, Telefônica Brasil S/A, etc, etc, etc. Pois bem, lendo estas poucas linhas acima vemos que, pelo andar da carruagem, porque disso o Brasil profundo não passou mesmo, muito em breve não existirá mais este país, como país. Haverá, apenas, braços, sorvedouros, tentáculos do capitalismo global atuando por aqui, como se depreende com facilidade.
Luiz Cordioli

Ninguém quer a urna eletrônica

É minha visão que esta eleição continuada de corruptos se deva tão somente à qualidade de nossas babaqueadas urnas eletrônicas inverificáveis e sem voto impresso. Ninguém pode conferir o que elas totalizam. A eleição é o que está na lista impressa, talvez muitos dias antes da própria eleição. Eleição eletrônica com nossas urnas é apenas um algoritmo matemático. E só os seus “donos” têm acesso a ele. Para elegerem um determinado candidato, não precisam alterar a totalidade dos votos.
Luiz Cordioli

Conta abusiva do telefone no Brasil, nem Freud explica!

Em matéria de telefonia, quanto a números, tão caros a alguns, hoje, minha conta mensal em dólares, casa e empresa, dá uns US$ 500, em média. Números caros mesmo… e são mensais e em moeda forte. Eu, que tenho que pagar tal conta, todavia, não acho graça alguma. Sei que estou sendo roubado com mãos de pelica. Sem falar que os “serviços” privatizados, hoje, estão uma droga de primeiríssima qualidade, como de resto o excelente esquema neoliberal! Prova disto é que o próprio governo, de tanto maus serviços prestados, bloqueou oficialmente as novas vendas de produtos das teles no mês passado. Nem precisava tanto, estavam autobloqueadas, tantos e tais são os seus problemas.