Leonardo Boff

O significado de Mandela para o futuro da humanidade

Por em 16/12/2013
O significado de Mandela para o futuro da humanidade

Nelson Mandela, com sua morte, mergulhou no inconsciente coletivo da humanidade para nunca mais sair de lá, porque se transformou num arquétipo universal, do injustiçado que não guardou rancor, que soube perdoar, reconciliar polos antagônicos e nos transmitir uma inarredável esperança de que o ser humano ainda pode ter jeito. Depois de passar 27... »

O que o Papa Francisco trouxe até agora de novo

Por em 30/07/2013
O que o Papa Francisco trouxe até agora de novo

É arriscado fazer um balanço do pontificado de Francisco, pois o tempo decorrido não é suficiente para termos uma visão de conjunto. Numa espécie de leitura de cego que capta apenas os pontos relevantes, poderíamos elencar alguns pontos. Como se depreende, são novos ares, nova música, novas palavras para velhos problemas que nos permitem... »

Novo Papa: alguém com autoridade moral para fazer mudanças

Por em 24/03/2013
Novo Papa: alguém com autoridade moral para fazer mudanças

A grave crise moral que atravessa a Igreja fez com que o conclave elegesse alguém com autoridade e coragem para fazer profundas reformas na Cúria e para inaugurar uma forma de exercício do poder papal que seja mais conforme ao espírito de Jesus e adequado à nova consciência da humanidade. Francisco é seu nome.... »

O Papa Francisco, chamado a restaurar a Igreja

Por em 21/03/2013
O Papa Francisco, chamado a restaurar a Igreja

Nas redes sociais havia anunciado que o futuro Papa iria se chamar Francisco. E não me enganei. Por que Francisco? É bom que se saiba que Francisco nunca foi padre, mas apenas leigo. Só no final da vida, quando os Papas proibiram que os leigos pregassem, aceitou ser diácono à condição de não receber... »

Como se formou o poder monárquico-absolutista dos Papas

Por em 14/02/2013
Como se formou o poder monárquico-absolutista dos Papas

A crise da Igreja-instituicão-hierarquia se radica na absoluta concentração de poder na pessoa do Papa, poder exercido de forma absolutista e distanciado de qualquer participação dos cristãos, criando obstáculos praticamente intransponíveis para o diálogo ecumênico com as outras Igrejas. Não foi assim no começo. A Igreja era uma comunidade fraternal. Não havia ainda a... »

O comunismo ético e humanitário de Oscar Niemeyer

Por em 15/12/2012
O comunismo ético e humanitário de Oscar Niemeyer

Não tive muitos encontros com Oscar Niemeyer. Mas os que tive foram longos e densos. Que falaria um arquiteto com um teólogo senão sobre Deus, sobre religião, sobre a injustiça dos pobres e sobre o sentido da vida? Nas nossas conversas, sentia alguém com uma profunda saudade de Deus. Invejava-me que, me tendo por... »

Fome: o desafio ético e político que confronta a humanidade

Por em 04/11/2012
Fome: o desafio ético e político que confronta a humanidade

Por causa da retração econômica provocada pela atual crise financeira, o número de famintos, segundo a FAO, saltou de 860 milhões para 1,2 bilhão. Tal fato perverso impõe um desafio ético e político. Como atender às necessidades vitais desses milhões e milhões? Historicamente, esse desafio sempre foi grande, pois satisfazer demandas por alimento nunca... »

Universidades sempre foram um laboratório do pensamento

Por em 07/10/2012
Universidades sempre foram um laboratório do pensamento

A partir dos anos 50 do século passado, foram se formando, no seio da massa de destituídos, movimentos sociais nascidos de um sonho: refundar o Brasil, uma nação autônoma e não uma grande empresa agregada e a serviço do capital mundial. Essa força social ganhou dimensões transformadoras com a aliança desses movimentos populares com... »

Estudos sugerem explicação para base biológica da espiritualidade

Por em 09/09/2012
Estudos sugerem explicação para base biológica da espiritualidade

A espiritualidade nos ajuda a sair dessa cultura doentia e agonizante. A integração da inteligência espiritual com as outras formas de inteligência nos abre para uma comunhão amorosa com todas as coisas e para uma atitude de respeito e de reverência face a todos os seres, muito mais ancestrais do que nós. Estudos recentes... »

O tribunal da consciência e a corrupção que não se apaga

Por em 03/09/2012
O tribunal da consciência e a corrupção que não se apaga

O corrupto ama a escuridão e abomina a luz. Ele sabe o quanto é condenável o que pratica. É nesse ponto que se anuncia a consciência. Fizeram-se inumeráveis interpretações acerca da consciência. Tentaram derivá-la da sociedade, dos superegos, das tradições e das religiões, do ressentimento face aos fortes e outros. Os manuais de ética... »

Busca

Colunistas