José Renato Nalini

Perdas macroscópicas

Por em 11/08/2014
Perdas macroscópicas

Em poucos dias, o Brasil perdeu Ivan Junqueira, Rubem Alves, Ariano Suassuna e João Ubaldo Ribeiro. O céu deve estar sentindo falta de eruditos. Mas a Terra também é carente. Fica a cada dia mais pobre. Pobre porque não descobriu a receita para a paz. Guerras fratricidas, ódios acumulados, preconceitos exacerbados. Violência por todo... »

Estou sem para-raios

Por em 21/07/2014
Estou sem para-raios

Foi chamada à eternidade em 20 de junho de 2014, a carmelita descalça Irmã Maria Elisabeth da Santíssima Trindade, da Ordem das Carmelitas Descalças. Ela permaneceu 63 anos em clausura, primeiro no Carmelo São José, em Jundiaí e, há muitas décadas, no Carmelo Nossa Senhora da Esperança, em São João da Boa Vista. Ali,... »

O que o mundo pensa de nós?

Por em 22/06/2014
O que o mundo pensa de nós?

Aquilo que Charles de Gaulle teria dito – “O Brasil não é um país sério!” – e que alguns afirmam não chegou a dizer, reflete um pensamento mais ou menos generalizado sobre esta República. Não em relação ao seu povo, generoso e acolhedor, paciente e resignado, pelo menos até o momento. Mas em relação... »

O partido da pobreza

Por em 15/06/2014
O partido da pobreza

Dentre os centenários a serem comemorados em 2014, um bastante especial é o de Irmã Dulce. Seu nome era Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes (1914-1992). Foi chamada de “Anjo Bom” da Bahia e considerada uma das mais relevantes ativistas humanitárias do século 20, cogitada para receber o Nobel da Paz em 1988.... »

E a reforma da justiça?

Por em 08/06/2014
E a reforma da justiça?

Que ninguém está satisfeito com a situação do Brasil não é novidade. A sexta economia mundial, a grande promessa dos BRICS capenga e decepciona externa e internamente. Os grandes pensadores brasileiros têm diagnósticos e concordam em que as reformas essenciais ainda não foram feitas. A Reforma Tributária, a da Previdência e a Trabalhista são... »

Neopopulismo judicial

Por em 01/06/2014
Neopopulismo judicial

O quadro de desalento é geral. Ninguém consegue enxergar possibilidade de reversão rumo ao caos. O Estado, que deveria ser instrumento de realização das potencialidades individuais e dos grupos menores, eis que uma sociedade de fins gerais, tornou-se onipotente, onisciente e vocacionado a crescer até o infinito. A conta não fecha. O Brasil das... »

Importância de ser polido

Por em 19/05/2014
Importância de ser polido

Estudando a “ficção jurídica” denominada Ética nas últimas décadas, pude constatar que uma das carências do convívio contemporâneo é a polidez. A indigência vernacular dos que não leem pode suscitar a indagação: “O que é polidez?”. Dá para entender por que falta polidez na convivência? O que mais se vê é a grosseria, a... »

Quem quer ser advogado?

Por em 05/05/2014
Quem quer ser advogado?

Quem realmente quer ser advogado precisa ser um insatisfeito. Não se conformar com a matéria de classe, mas se aprofundar em pesquisa individual, servir-se do professor para elucidar dúvidas que encontrar no estudo que é um exercício solitário. Quem se satisfizer com as aulas será sempre alguém limitado. Pois a plenitude do conhecimento nunca... »

A cruz é inextinguível

Por em 03/04/2014
A cruz é inextinguível

A tentativa de eliminar símbolos do Cristianismo das repartições públicas é utopia. O Brasil se chamou Terra de Santa Cruz, a religião católica foi a oficial desde 1500 até 1890. A laicidade da República não significa ateísmo. Apenas não há uma religião oficial. Todas são permitidas. Até incentivadas, porque é lícito celebrar acordos, convênios... »

Rico é assim mesmo!

Por em 27/03/2014
Rico é assim mesmo!

O ufanismo celebra ficções e quer provar que o Brasil nunca esteve tão bem. Talvez não seja bem assim. Quem tem juízo presta atenção ao contexto e não aos factoides. A jornalista Miriam Leitão em “O Globo” joga água na fervura ao falar sobre o que os brasileiros torram em viagens internacionais: "Foram 23... »

Busca

Colunistas