Início » Archive by category "José Paulo Grasso"
José Paulo Grasso

Como deter a Lava Jato

É notório que o Brasil está dominado por organizações criminosas autodenominadas de partidos políticos, que com sua desfaçatez em assaltar os cofres públicos, como se não houvesse amanhã, nos impuseram essa crise total e interminável
José Paulo Grasso

Como podemos sair dessa crise?

Qual é a nossa diferença para os países ditos civilizados? Será que vamos optar por continuar nessa democracia de coalizão, onde a corrupção é regra, quando podemos nos unir num planejamento que poderá nos levar a crescer de 4% a 7% ao ano?
José Paulo Grasso

Abrindo caminho para um salvador da pátria

Alianças espúrias são firmadas no descaro, para obter-se maioria parlamentar e calar a oposição permitindo que, corruptamente, se possa desviar verbas públicas como se não houvesse amanhã. Se algo der errado, ainda há a imoral regalia do foro privilegiado, aberração constitucional que lhes confere total impunidade, já que do total investigado no STF, a maioria das ações prescreveu e só deu cadeia em 0,74% dos casos.
José Paulo Grasso

Carta aberta a Deltan Dallagnol

Sei que estás ocupadíssimo, mas venho chamar a sua atenção para o fato de que todo o fantástico trabalho que o senhor e sua equipe estão desenvolvendo corre, infelizmente, o risco de não alcançar o objetivo. Não torço contra, muito pelo contrário, mas é notório que a corrupção é profundamente arraigada na economia brasileira, excessivamente dependente do poder público, sendo que as pessoas têm até medo de se manifestarem contra ele, temendo retaliações.
José Paulo Grasso

Absurdos da nossa política

É triste o juiz Sérgio Moro lutar para nos dar oportunidade de nos reinventarmos com ética para termos serviços públicos e privados que funcionem dignamente e os candidatos ignorarem a gestão pública de resultados, o planejamento e principalmente como revitalizar a economia!
José Paulo Grasso

O que temos para comemorar neste dia da independência?

Chega a ser surreal estarmos todos vivendo uma crise sem precedentes, causada pelo absurdo fato do Brasil não ter partidos políticos que nos representem e sim depravadas quadrilhas cuja imoral ideologia é assaltar os cofres públicos, para que seus ignóbeis membros, durante seus mandatos, façam suas indecentes independências financeiras para o resto da vida, como o Moro está demonstrando.
José Paulo Grasso

Se ficar o bicho pega, se correr o bicho come, mas…

É inaceitável que políticos corruptos permaneçam impunes, mesmo com todas as delações premiadas e provas documentais reunidas e, ainda por cima, continuem delinquindo criminosamente em causa própria. O foro privilegiado não foi feito para pôr corruptos acima da lei, nem para deixá-los continuar “operando” para barrar a Lava Jato no firme despropósito de fazerem “mudanças para que nada mude”.
José Paulo Grasso

Que democracia é essa?

Em menos de um mês, pela segunda vez consecutiva, milhões de pessoas se manifestam de forma totalmente apartidária contra tudo isso que está aí, pelas ruas das mais diversas cidades e em todas as capitais, com gritos de ordem do tipo “queremos Lula e Dilma na cadeia” e “fora PT”. A pergunta que não deveria ser calada pela mídia é: será isso o suficiente para que o país entre nos trilhos e finalmente o Brasil passe a ser uma nação que se preocupe com o futuro e a qualidade de vida de todos os seus cidadãos? Ou será que mais uma vez seremos submetidos as já tradicionais mudanças “para que nada mude”, porque do jeito que está é que está bom, e que por isso, essa roubalheira corrupta tem mais é que continuar até que a deterioração total da economia nos transforme numa Grécia ou em Cuzuela, uma mistura de Cuba com Venezuela?