Principal » Artigos de Francisco Vieira
Francisco Vieira

Segurança se faz com bandido na cadeia e polícia nas ruas

Segurança se faz com bandido na cadeia e polícia nas ruas. O resto é conversa fiada de governador, ministro ou secretário de segurança picareta. O número de homicídios parece estatística de guerra. Basta conferir o gráfico de violência na década de 70/80 e compará-los com os dias de hoje.
Francisco Vieira
Francisco Vieira

Entenda porque o transporte ferroviário e metroviário é tão boicotado no Brasil

Qual seria a queda de receita do Estado se os brasileiros, que hoje estão endividados por financiamentos, tivessem à sua disposição um transporte público decente, vendessem o carro financiado, não comprassem outro e ficassem livres de pagar IPVA, seguro obrigatório, seguro feito pela seguradora, multas de trânsito e prestação do veículo?
Francisco Vieira
Francisco Vieira
Francisco Vieira
Francisco Vieira

Não é apenas na economia que as estatísticas costumam sofrer maquiagens

Os ministros do STF moram em outra realidade, com o conforto do castelo, a comodidade dos serviçais e a segurança das muralhas… O Brasil pensa que está “em desenvolvimento” e que é “o país do futuro”, mas vivemos em um sistema político estilo “Idade Média”, onde uma casta de sangue azul pode tudo e os servos não têm direito a nada.
Francisco Vieira
Francisco Vieira

Ladrão não se recupera, apenas tenta se adaptar às regras, para não ser punido…

O ladrão não furta ou rouba porque precisa, por necessidade. Ele o faz porque está na deformação moral dele. Quando rouba, ele nem acha que esteja fazendo alguma coisa errada. Considera natural roubar, porque se julga muito esperto, superior às suas vítimas, e por isso o arrependimento e a compaixão não fazem parte da sua personalidade.
Francisco Vieira

Não tenho pena da Dilma, tenho muita pena é do povo brasileiro

Os mercenários de branco só abriram o peito dele e depois fecharam, procedimento necessário apenas para justificar o recebimento do dinheiro. Já sabiam, desde que viram os exames, que seria uma grana fácil, pois nada mais poderia ser feito pelo Tio Queno… Enquanto eu escrevo estas linhas, ele está em casa, entre o choro dos filhos e irmãos, tomando morfina, tossindo sangue, com dores terríveis e com a respiração sendo sufocada aos poucos pelo tumor e pelo edema produzido pelos açougueiros. Talvez não chegue no dia das mães…
Francisco Vieira

Como os EUA e aliados manipulam o Oriente Médio

Os norte-americanos e seus aliados europeus fariam na Síria o que costumam fazer no resto do mundo: armariam rebeldes para destituir um governo e depois chamariam esses rebeldes de terroristas, franqueando o livre bombardeio desses mesmos rebeldes, agora com o apoio da ONU/OTAN, sob o pretexto de salvar vidas...
Francisco Vieira

Nunca se torturou tanto neste país, mas todos fingem não saber

Por que existe essa fixação em torturadores do passado, quando pessoas são torturadas no presente em cada hospital, em cada delegacia, em cada periferia, em cada presídio? Não seria mais lógico, ao invés de correr atrás de mortos e torturadores do passado, primeiro impedir que a tortura continue a ocorrer no presente?
Francisco Vieira

Um criminoso menor custa R$ 8,9 mil mensais na internação!

Não importa o nome que se dê: prisão, internação, tratamento ou isolamento. É preciso tirar os bandidos das ruas para que as crianças possam brincar nelas sem o risco de serem mortas. É preciso devolver as ruas e praças às verdadeiras crianças. Os chamados reformatórios nada reformam. Ao contrário, consolidam e ampliam as deformações com as quais tais menores entram nessas casas ditas de amparo e construção moral. Faça-se como nos Estados Unidos e essa preocupação se acabará. Pergunte aos americanos se eles estão preocupados com o fato do assassino do John Lennon ter se tornado um psicopata atrás das grades? Ou com a mudança de caráter do terrorista da Maratona de Boston?
Francisco Vieira

Precisamos limpar o Supremo e os tribunais superiores

O nosso Poder Judiciário é tão podre que nem se discute se é ética ou não a aposentadoria de magistrado bandido que, embora postado em um gabinete, passou a vida trabalhando para o crime organizado… Mude-se o Poder Judiciário e os senhores verão sobrar dinheiro público. Enquanto isso não for mudado, enquanto bandido não tiver medo de magistrado e enquanto magistrado não se dar o respeito e não tiver vergonha de apertar a mão de bandido nas confraternizações, solenidades e festas, não passaremos de burros de carga de uma grande fazenda.
Francisco Vieira

A culpa pela corrupção não é da Petrobrás

Digamos que a Petrobrás seja privatizada agora. E daí? As moscas apenas mudarão para outro cadáver! O Estado brasileiro está cheio deles, todos com sangue dos nossos impostos e de quem trabalha e produz neste lugar. Tem é que se prender esses bandidos, pois não devemos esquecer que a elite econômica do país é a mesma elite política. Esta elite rouba e sempre roubou e, enquanto perdurar a impunidade, continuará roubando, seja na frente de uma empresa estatal, seja na frente de uma empresa privada.
Francisco Vieira

Parlamentares brasileiros ganharão mais do que os europeus

O negócio aqui nesta colônia é roubar até ficar rico e depois voltar para metrópole com o futuro garantido. Continua hoje conforme começou quinhentos anos atrás. Essa quadrilha que nos governa, postada nos Três Poderes, só tem vergonha de três coisas na vida: comer com os cotovelos sobre a mesa; não saber diferenciar o talher de peixe dos demais; falar inglês com sotaque de brasileiro, ao visitar a metrópole. Por isso, acho que os ministros do Supremo deveriam se aposentar, compulsoriamente, aos 50 anos, uma vez que nos quase duzentos anos de existência do Tribunal, no que diz respeito ao que é justo, seus magistrados não compareceram ao campo da Justiça e perderam por W.O.
Francisco Vieira

A evolução moral da Humanidade ainda levará muito tempo

Os seres humanos não evoluem na mesma velocidade, em todos os lugares do mundo. Desde a antiguidade já despontavam na sociedade pessoas mais evoluídas do que as outras, tanto intelectualmente quanto “espiritualmente”, e que tentaram guiar a manada de seres humanos das trevas da ignorância rumo à luz do conhecimento. A história está cheia de pessoas que procuravam amparar e a refugiar as pessoas mais próximas.
Francisco Vieira

Brasileiro tem mania de proteger o bandido

Neste país, quem está certo é quem está errado. A inversão de valores politicamente correta impera nesta terra e transforma pedra em pau. Por aqui, primeiro vem a vida de quem está errado. Se sobrar tempo, o Direito acolherá a vida de quem está certo. Os senhores não viram o “terrorista jabuticaba” no hotel de Brasília? Depois de todo o teatro, diversos “especialistas” concederam entrevistas aos jornais dizendo que a “ação de policiais no sequestro em hotel foi exemplar” e que “a polícia agiu dentro do padrão que é preservar a vida do refém, do bandido e da polícia”.
Francisco Vieira

Investimentos em educação e em segurança nacional

Vejo a necessidade de se investir em segurança nacional, mas sem abrir mão da educação. De certa forma, nenhum país tem tecnologia de segurança sem ter educação (exceto as ditaduras, que tiram o dinheiro desta pasta). Parece-me que uma coisa está ligada a outra. Certa vez eu vi uma autoridade americana dizer que os Estados Unidos não precisam invadir a Amazônia para terem acesso ao seu subsolo: eles poderiam comprar tudo o que ali estivesse! O que é verdade na situação atual.
Francisco Vieira

Comissão de outro planeta

Senhores, vi na televisão a entrevista dos membros da comissão de senadores que acompanha o inquérito da morte do coronel Paulo Malhães, o torturador confesso. Estavam se sentindo como tivessem acabado de pousar de uma espaçonave vinda de algum dos planetas da estrela Sirius B: Ternos impecáveis… Cabelos brilhantes, penteados… Óculos de grife… Dentes brancos… Pele alva… Câmeras… Holofotes… Narizes empinados… Sentiam-se como “verdadeiros eleitos” pousando em um planeta de bárbaros!
Francisco Vieira

OAB identifica casos de racismo

A seccional da Ordem dos Advogados do Brasil no Rio de Janeiro (OAB-RJ) realizou esta semana, na terça-feira, um ato de desagravo em protesto contra episódios de racismo no estado, acontecidos nos últimos meses. Sempre é bom combater qualquer tipo de discriminação. Mas acontece que o presidente da Comissão de Igualdade Racial do órgão, Marcelo Dias, foi infeliz ao citar o caso da prisão do ator Vinícius Romão como um dos casos explícitos de racismo.
Francisco Vieira

Brasil foi programado para fracassar como nação

Como pode o país, com uma das maiores reservas minerais do planeta, manter por quatro anos o projeto do Novo Marco Regulatório da Mineração trancado em uma gaveta e, quando o documento é liberado, percebe-se que não passou de uma oficialização da “reserva de mercado” para as grandes empresas do setor, feita entre quatro paredes? E o pior: a gaveta onde permaneceu trancado era a do ministro de Minas e Energia! Como pode esse mesmo ministro, na hora de elaborar o dito Marco, com um emprego que, supostamente, visa defender o interesse dos brasileiros, desconsiderar a pequena empresa de mineração e seus milhares de trabalhadores, espalhados pelos mais inóspitos lugares do país? Não deveria ter feito justamente o contrário?
Francisco Vieira

França reclama da criminalidade no Brasil

Não deve causar surpresa o fato de o governo francês ter lançado um manual para desestimular o turismo no Brasil, por causa da criminalidade. Pesquisa feita pelo professor Julio Jacobo Waiselfisz, coordenador da área de estudos sobre violência da FLACSO (Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais), faz um retrato da situação do Brasil, mas também o compara com dados mundiais, coletados com base na Organização Mundial da Saúde (OMS) e no Census. Os dados utilizados são os mais recentes disponíveis em cada caso, comparativos entre 95 países e regiões estudadas.
Francisco Vieira

A imprensa e o endeusamento de bandidos

O endeusamento de bandidos (principalmente traficantes) pela imprensa não é de hoje. Os mais velhos ainda devem se lembrar da minissérie noturna “Bandidos da Falange”, nos idos do assaltante Fernando da Gata, em que uma emissora procurava justificar as ações de bandidos, assaltantes e traficantes cariocas. A minissérie causava a simpatia e a admiração dos espectadores pelos traficantes, mesmo “sem querer, querendo”, e os levava a torcer contra a polícia, mostrando os bandidos sempre como “vítimas sociais”, pessoas de caráter e leais aos seus princípios, e as forças do Estado sempre “jogando sujo” contra eles. É triste lembrar, mas na ocasião um pai atirou na própria filha (que havia se levantando durante a madrugada para beber água, sem ligar a luz) pensando que a silhueta dela fosse o pilantra, foragido da polícia na ocasião.
Francisco Vieira

Eu também era contra a pena de morte!

Eu era contra a pena de morte. Era… Até o dia em que, no Instituto Médico Legal de Brasília pude ver, sobre uma bandeja metálica, o que um estuprador foi capaz de fazer com uma mulher usando uma tranca de volante, daquelas feita de vergalhão de aço e que prende o volante ao pedal do acelerador! Estuprar só não foi suficiente para ele! Embora tenha passado vários anos, nunca pude esquecer a cena.
Francisco Vieira

Brasil é o quarto maior exportador de armas leves. Você sabia?

Cálculos apresentados pela entidade "Small Arms Survey", com base em dados da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgado este ano, indicam que o comércio de armas como pistolas e rifles brasileiros tornaram o Brasil o quarto maior exportador desses tipos de armas do mundo, e as principais vendas são feitas para Estados Unidos, Malásia, Reino Unido e Alemanha. Ainda segundo a entidade, os principais importadores mundiais são EUA, Grã-Bretanha, Austrália, Arábia Saudita, Alemanha, Canadá e França.