グッチ アウトレット グッチ バッグ グッチ 財布 グッチ 長財布 グッチ 激安 gucci 財布 グッチ アウトレット 店舗 グッチ バッグ メンズ グッチ 財布 203550 グッチ 長財布 本物 グッチ 激安 バッグ gucci 財布 アウトレット グッチ アウトレット グッチ バッグ 新作 グッチ 財布 新作 グッチ 長財布 メンズ グッチ 激安 通販 gucci 財布 2015 グッチ アウトレット 店舗 グッチ バッグ 人気 グッチ 財布 アウトレット グッチ 長財布 激安 本物 グッチ 激安 本物 gucci 財布 レディース グッチ アウトレット グッチ バッグ 通販 グッチ 財布 2015 グッチ 長財布 レディース グッチ バッグ 激安 gucci 財布 通販 グッチ アウトレット 店舗 グッチ バッグ ピンク グッチ 財布 レディース グッチ 長財布 人気 グッチ 財布 激安 gucci 財布 激安 グッチ アウトレット グッチ バッグ 本物 グッチ 財布 通販 グッチ 長財布 アウトレット グッチ 激安 財布 gucci 財布 人気 グッチ アウトレット 店舗 グッチ バッグ メンズ
Cristovam Buarque | Debates Culturais – Liberdade de Idéias e Opiniões

Cristovam Buarque

Educação de qualidade é questão de vontade política!

Por em 08/12/2014
Educação de qualidade é questão de vontade política!

No Brasil, sempre que se propõe educação de qualidade, vem a pergunta: “Onde encontrar o dinheiro necessário?”. Para responder a essa pergunta, o relator de uma comissão do Senado, presidida pela senadora Ângela Portela, concluiu seu trabalho, ainda não debatido pelos senadores, mostrando que o Brasil dispõe dos recursos necessários. A primeira parte do... »

Faltam pontes para o governo do PT mudar seus métodos

Por em 26/11/2014
Faltam pontes para o governo do PT mudar seus métodos

Em outubro, os discursos dos candidatos não estiveram à altura do que o povo gritou em junho de 2013. Os eleitores não encontraram nas urnas os desejos de mudanças que pediram nas ruas. É como se houvesse um divórcio entre a vontade dos pés caminhando e as pontas dos dedos votando. A campanha, especialmente... »

O futuro ausente nos debates do segundo turno

Por em 26/10/2014
O futuro ausente nos debates do segundo turno

O debate na TV Globo é o ponto alto do processo eleitoral. Ali, cada candidato tem a última chance para dizer por que os eleitores devem optar por ele ou por ela. Em 2014, o eleitor que buscou o melhor candidato no primeiro turno ficou frustrado pela ausência do tema educação, jogado na vala... »

O uso político do pré-sal

Por em 01/10/2014
O uso político do pré-sal

Apesar da dimensão de sua riqueza, o pré-sal não terá o impacto que o governo tenta passar. Explorá-lo é correto, concentrar sua receita na educação é ainda mais correto, mas é indecente usar o pré-sal como uma ilusão para enganar a nação e como mecanismo para justificar o adiamento dos investimentos em educação. O... »

A reforma política

Por em 26/08/2014
A reforma política

Brasil precisa melhorar a qualidade de vida, eliminar a corrupção, criar bom transporte público, distribuir melhor a renda, erradicar a pobreza, eliminar o analfabetismo, controlar a violência urbana e a disseminação de drogas e superar o atraso educacional. As decisões de enfrentar ou não esses e outros problemas são tomadas pelos agentes políticos. E... »

Os desalojados da utopia e dos abrigos provisórios

Por em 21/08/2014
Os desalojados da utopia e dos abrigos provisórios

É antigo o apoio aos desalojados por causa de desastres naturais, raro o apoio aos desalojados pelos modelos econômicos e sociais. Ninguém com sentimento humanista deixa de reconhecer o papel positivo da transferência de renda para abrigar famílias pobres, que ficaram desalojadas ou excluídas dos benefícios do progresso. Sem essa ajuda, elas estariam na... »

A bagunça da democracia brasileira

Por em 23/07/2014
A bagunça da democracia brasileira

A democracia brasileira é uma bagunça, tanto no funcionamento do aparelho do Estado (relações entre os Três Poderes e pequenas repúblicas cartoriais envolvidas no exercício da atividade administrativa no dia a dia) quanto no processo eleitoral propriamente dito. A última semana desnudou a vergonhosa realidade dessa bagunça: alianças feitas sem respeito às identidades ideológicas... »

Os legados da Copa que os candidatos não percebem

Por em 24/06/2014
Os legados da Copa que os candidatos não percebem

Ainda é cedo para saber qual legado da Copa ficará entre todos que foram prometidos, mas é possível saber que um ficará: a percepção popular da corrupção nas prioridades. Faz anos, descobrimos a corrupção no comportamento dos políticos, mas ainda não tínhamos consciência da corrupção nas prioridades da política. Horrorizamos-nos com o roubo de... »

A pobreza da aritmética para medir a pobreza

Por em 31/05/2014
A pobreza da aritmética para medir a pobreza

O Brasil passou a acreditar que 22 milhões de brasileiros teriam saído da pobreza extrema. Esse discurso se baseava na ideia de que essas famílias passaram a receber complemento de renda suficiente para ultrapassar a linha de R$ 70 por pessoa por mês. Essa visão aritmética da pobreza não resiste a uma análise social... »

A adoção federal das escolas municipais

Por em 13/05/2014
A adoção federal das escolas municipais

Quando um banco entra em crise, o Banco Central intervém para evitar a falência; quando a segurança de uma cidade entra em crise, o governo federal aciona a Guarda Nacional; quando a saúde fica catastrófica, importam-se médicos; quando uma estrada é destruída por chuva, o governo federal auxilia o Estado; mas quando um município... »

Busca

Colunistas