Cinthya Nunes Veira da Silva

Meu ipê amarelo

Por em 14/09/2014
Meu ipê amarelo

Há seis anos eu me mudei para casa onde atualmente moro, na cidade de São Paulo. Na frente de casa, um velho pé de ipê que, de acordo com o então dono da casa, era amarelo. Gosto muito de plantas, sobretudo daquelas que dão belas flores. Quando eu soube que se tratava de um... »

Malhando os neurônios

Por em 03/09/2014
Malhando os neurônios

Malhação cansa. Ao menos eu me canso. Mas a ginástica que mais me cansa é a mental. Tenho a impressão que, em alguns momentos, minha cabeça pega fogo e se um filme se projetasse por ali, a cena seria de pobres neurônios buscando ficar marombados, transpirando como maratonistas. Quando eu estava na faculdade, inventei... »

Como nascem as bruxas

Por em 07/08/2014
Como nascem as bruxas

Há alguns anos eu tenho uma teoria própria sobre bruxas. É aquela velha historio: não creio nelas, mas existem, infelizmente. Particularmente, no correr de minha vida, tive o desgosto de conhecer várias, para meu desgosto. Antes que alguém pense que estou falando sobre a existência de bruxos como Harry Potter, já aviso que não... »

Eu preciso dizer que te amo, tanto…

Por em 14/07/2014
Eu preciso dizer que te amo, tanto…

Amor algum se sustenta na gramática apenas, por certo. Amar requer mais do que só verbalizar, é claro; contudo, amante das palavras que sou, creio piamente que o ser objeto do amor precisa ouvir o que bate no coração alheio. Mas é um ouvir que se faz sem pedir, num falar dadivoso, daquele tipo... »

Escrever para quê?

Por em 06/07/2014
Escrever para quê?

Dia desses, caiu-me às mãos um livro de crônicas do Miguel Falabella. Eu não sabia que ele era cronista, mas a cada página que eu lia, essa descoberta se transformava em encantamento. Li em piscares de olhos entremeados por algumas lágrimas furtivas. Em certos momentos, inclusive, cheguei a ficar tão próxima das lembranças por... »

Foi tudo real…

Por em 10/06/2014
Foi tudo real…

Ainda ontem eu passeava pela internet quando vi uma notícia sobre um senhor (Fred Stobaugh) de 96 que havia escrito uma música para a esposa com quem havia sido casado por 75 anos e falecera havia um mês. Assisti ao vídeo e, uns 10 minutos depois eu estava me acabando de tanto chorar e... »

Cotas em concursos públicos

Por em 31/05/2014
Cotas em concursos públicos

É claro que não se pode afirmar que não haja desigualdades sociais no país. Aliás, há e muita. Não se pode confundir desigualdade com diversidade, por outro lado. Somos o país da diversidade. Somos diferentes nos costumes, na cor de pele, na estatura, no tipo de cabelo, de olhos e mais outras centenas de... »

Inocência e maldade

Por em 04/05/2014
Inocência e maldade

Nas últimas semanas, sobretudo nos últimos dias, ando chocada com a notícia da morte de um filho, criança, supostamente pelo próprio pai e madrasta, com auxílio de uma terceira pessoa. Por certo que a mídia televisiva tem um grande poder quando se trata de tornar pública e chocante determinada tragédia. Explico-me melhor. Estou certa... »

Inversão de valores

Por em 01/04/2014
Inversão de valores

Sinceramente, estou chegando à conclusão de que poucos comportamentos humanos e sociais poderão me surpreender no futuro. Até já escrevi recentemente que temo que a humanidade esteja trilhando um caminho inverso, rumo à barbárie. Fiquei chocada com o resultado de uma pesquisa que concluiu que mais de 80% dos entrevistados entendia ser justificável que... »

A Copa do Mundo é nossa?

Por em 16/03/2014
A Copa do Mundo é nossa?

Sei que a questão é controversa e polêmica, mas, ainda assim, em algum momento eu sabia que acabaria escrevendo sobre o assunto. A Copa do Mundo 2014, maior evento do futebol mundial está se aproximando e, nesse ano em que se realizará no Brasil coloco-me a pensar e a refletir sobre o assunto. O... »

Busca

Colunistas