César Maia

Marketeiros e analistas não se entendem!

Por em 13/06/2014
Marketeiros e analistas não se entendem!

Toda a regra tem suas exceções. Mas aqui no Brasil são poucas nesse caso. Quase todos os analistas de pesquisas dos institutos reclamam dos publicitários que dirigem as campanhas dos candidatos majoritários. Estes dizem que os marqueteiros adoram os resultados das pesquisas, mostrando que seus candidatos vão bem e mandam logo fazer gráficos ascendentes... »

Bolha imobiliária no Brasil!

Por em 11/06/2014
Bolha imobiliária no Brasil!

Os preços dos imóveis em algumas das principais cidades brasileiras reforçam a ideia de que há uma desaceleração no mercado imobiliário no país. Na semana passada o índice do valor das moradias anunciados na internet mostrou que o aumento anual do preço por metro quadrado perdeu força pelo sexto mês consecutivo. É mais um... »

Populismo eletrônico: governos virtuais construídos na campanha eleitoral!

Por em 05/06/2014
Populismo eletrônico: governos virtuais construídos na campanha eleitoral!

É verdade que quando um governo, antes de julho da campanha eleitoral, tem uma aprovação excepcional não precisa de tempo de TV para mostrar nada. É verdade que quando um governo é um completo desastre, antes de julho, nem todo tempo de TV na campanha eleitoral resolve. Mas quando um governo tem uma avaliação... »

O que preocupa, para valer, na Copa!

Por em 22/05/2014
O que preocupa, para valer, na Copa!

Em reunião de simulação de situações em Brasília, os analistas chegaram à conclusão que a Copa em si não será problema. Em torno dos estádios se colocam cinturões de isolamento com duas circunferências concêntricas. Os assistentes mostrariam seus ingressos em cada uma delas e finalmente no estádio. Mobilizações eventuais ficariam na parte externa à... »

Chile: reformas tributária, eleitoral e instabilidade futura!

Por em 07/05/2014
Chile: reformas tributária, eleitoral e instabilidade futura!

A velha guarda, moderada, socialista foi “aposentada” com embaixadas e representações internacionais. O governo ao renovar com geração mais jovem, seus quadros políticos, não só mudou o nome da coligação de ‘Concertación’ para ‘Nueva Maioria’, como se deslocou intensamente do Centro para a Esquerda. Hoje detém maioria clara no parlamento com 60%. Pode fazer... »

‘Seguidores’ de artistas e políticos!

Por em 28/04/2014
‘Seguidores’ de artistas e políticos!

As estatísticas de seguidores de twitters cometem um engano que ilude os políticos. Levantam simplesmente o número de seguidores e comparam. Por exemplo: no Globo de domingo analistas comparam os mais de dois milhões de seguidores de Dilma com os mais de dois milhões de seguidores de Juliana Paes. São coisas completamente diferentes. Um... »

Novidades no front das eleições no Rio de Janeiro?

Por em 16/04/2014
Novidades no front das eleições no Rio de Janeiro?

Olhando as pesquisas publicadas, a sensação que se tem é que tudo está na mesma há pelo menos cinco meses. Os dois, Garotinho e Crivella, que lideram dividem, quase ao meio, os 35% das intenções de voto. Depois vem, no entorno dos 10%, Lindbergh, um pouco a frente, e Cesar Maia. A seguir Pezão... »

CPI da Petrobrás: escândalos e privatização!

Por em 04/04/2014
CPI da Petrobrás: escândalos e privatização!

A cada dia e a cada declaração de governistas e oposicionistas, fica mais e mais claro que a CPI dos escândalos com a Petrobrás já tem seu roteiro definido. De um lado a oposição querendo demonstrar os desmandos do PT na Petrobrás como o caso da refinaria de Pasadena, desmontando de vez a áurea... »

O uso equivocado das redes sociais em campanhas eleitorais

Por em 01/04/2014
O uso equivocado das redes sociais em campanhas eleitorais

No Painel da" Folha de SP", Vera Magalhães destaca o planejamento do PSDB para uso das redes sociais na campanha presidencial de 2014. Diz assim: O comando da campanha de Aécio Neves (PSDB) ao Palácio do Planalto montou uma força-tarefa para formar nove mil militantes em todo o Brasil para atuar nas redes sociais... »

A ilegitimidade das leis aprovadas

Por em 29/03/2014
A ilegitimidade das leis aprovadas

Todas as semanas a imprensa informa sobre as “negociações” que estão por trás, e pela frente, dos votos dos parlamentares no Brasil. O caso extremo é a compra explícita de votos em nível municipal, estadual e federal, chamada de “mensalão”. Essa compra tanto ocorre por ação direta de governos interessados ou grupos empresariais... »

Busca

Colunistas