Principal » Artigos de Antônio Almeida
Antônio Almeida

Pessoas não amadas são iguais a pessoas mal-amadas?

Conhecemos, às vezes, só de olhar, as pessoas bem-amadas. Há brilho em seu olhar. Seus gestos, palavras e ações transbordam entusiasmo. No que fazem há energia. Superam com mais facilidade uma perda de emprego, de um parente ou amigo, ou ainda uma enfermidade. Normalmente as pessoas bem-amadas não precisam de muito para serem felizes. O simples fato de se sentirem amadas as faz felizes. Ser bem-amado não significa, porém, ser alienado, cego ou obcecado. Antes denota equilíbrio de reconhecer os defeitos de quem se ama e ainda as qualidades de quem se odeia.