Arquivo de Percival Puggina

Estranhas confabulações…

Publicado por Percival Puggina em 30/07/2014 | 1 comentário »
Estranhas confabulações…

Mergulhou fundo em estranhas confabulações o relatório do TCU sobre a aquisição da refinaria de Pasadena. Saiu ensopado, mas saiu como o governo queria, nada respingando para o lado do Conselho de Administração. Ou seja, para o lado da presidente Dilma, que, à época da inconcebível compra, pilotava o órgão de aconselhamento superior da... »

Onde a realidade melhor se esconde

Publicado por Percival Puggina em 26/07/2014 | 0 comentários »
Onde a realidade melhor se esconde

Por inusitado que pareça, um dos modos mais eficientes de ocultar a realidade é escondê-la atrás dos números. A vantagem proporcionada por esse método está no sentimento de que “números não mentem”. Contudo, eles podem ser enganosos, sim. Muitas vezes, quem deseja ocultar a realidade usa dos números como se fossem pecinhas de um... »

Machismo e coisificação da mulher

Publicado por Percival Puggina em 22/07/2014 | 0 comentários »
Machismo e coisificação da mulher

Têm sido frequentes os casos de jovens que se deixam fotografar nuas por seus namorados e, depois, passam pelo constrangimento de saber que essas imagens foram postadas nas redes sociais. As consequências de tão imprópria prova de amor desabam sobre a parte frágil, determinando padecimento, processos judiciais, enfermidades psíquicas, crises de adaptação social e... »

Os bilhões de Dilma

Publicado por Percival Puggina em 14/07/2014 | 4 comentários »
Os bilhões de Dilma

Se você reparar bem, a cada abalo que o governo da presidente Dilma registra em sua sacolejada escala Richter, segue-se algum plano mirabolante ou algum anúncio bilionário destinado a acalmar as ondas. Seja o abalo moral ou político, a reação oficial vem sempre de um ou de outro modo. Ora o governo anuncia providências... »

O Brasil perdeu. Perdeu?

Publicado por Percival Puggina em 11/07/2014 | 0 comentários »
O Brasil perdeu. Perdeu?

Nos últimos meses, muito se discutiu, muito se escreveu sobre a Copa e sobre a conveniência de sua realização no Brasil. Pois bem, caros leitores, o momento da derrota se mostra oportuno para avaliarmos o quanto o evento e suas circunstâncias são fúteis e transitórias. Hospedar o circo da FIFA, a cadeia produtiva do... »

Para inglês ver

Publicado por Percival Puggina em 09/07/2014 | 6 comentários »
Para inglês ver

A Copa foi bom negócio? Sob qual ponto de vista? Cá, de onde a vejo, como cidadão, não me parece que a resposta seja afirmativa. É obvio que não opino e não devo opinar sobre ela na condição de torcedor, que sou, porque considero essa posição imprópria como ponto de observação para analisar empreendimento... »

A Copa é uma beleza!

Publicado por Percival Puggina em 25/06/2014 | 2 comentários »
A Copa é uma beleza!

Não sei se vocês repararam na beleza que está sendo a Copa, sua organização, a qualidade da algumas equipes, a lotação dos belos estádios, o comportamento civilizado dos torcedores visitantes, cujo colorido e bulício enfeita as ruas das cidades-sede com riqueza de tons e sons. Isso é fato e fatos não se contestam. A... »

Esses admiráveis ex-petistas

Publicado por Percival Puggina em 21/06/2014 | 14 comentários »
Esses admiráveis ex-petistas

De uns tempos para cá se tornou impossível encontrar um novo petista. Só há velhos petistas. Por muitos anos, contudo, não foi assim. O sujeito vinha de uma família tradicionalmente ligada ao PSD, ao PL ou à UDN e, depois, à ARENA ou ao PDS. Contava anos e anos votando nos partidos conservadores ou... »

Quem inventou a Copa?

Publicado por Percival Puggina em 18/06/2014 | 8 comentários »
Quem inventou a Copa?

O ex-presidente Lula, ficou indignado com as vaias e o xingamento dado à sua pupila no jogo de estreia do Brasil na Copa. A pergunta que se impõe é a seguinte: quem inventou a Copa? Quem fez tudo para se beneficiar politicamente da Copa? Quem fez jogou bilhões fora para fazer a festa da... »

Filho pródigo e incorrigível

Publicado por Percival Puggina em 16/06/2014 | 0 comentários »
Filho pródigo e incorrigível

É bom recordar. Logo no início, Lula faturou os abraços e as lacrimosas efusões de alegria perante a - assim proclamada conquista. Depois, explorou as escolhas das sedes da Copa, aumentando em cinquenta por cento, sem necessidade alguma, os teatros em que ela se desenrolaria. Bastavam oito sedes, mas Lula quis 12 para faturar... »

Busca

Colunistas