Principal » Artigos de Paulo Valladares
Paulo Valladares

Texto de protesto

Num país onde a Educação se tornou, alarmantemente, parte de uma verborragia totalmente inócua dos horários eleitorais, vejo-me, ainda, indignado com a recusa, desses mesmos que entoam a canção do ensino como prioridade, de um aumento salarial expressivo que resultaria, certamente, num aprimoramento técnico a par de melhores condições de vida no nível do "a gente não quer só comia, a gente quer bebida, diversão e arte". Para quem interessar possa, o ensino-aprendizagem é uma relação de base interpessoal e que, como tal, necessita de elementos garantidores de sua vitalidade, entendida, indiscutivelmente, no sentido mais amplo possível.
Paulo Valladares

A estilística de “Ela é minha cara”

A composição acima vem fazendo bastante sucesso na contemporaneidade, sobretudo pela sua presença na novela "Insensato coração", trama de Gilberto Braga exibida às 21h pela Rede Globo de televisão, emissora de grande prestígio junto a receptores de diversos gostos culturais. Por esse motivo, bem como pela predominância da variante linguística utilizada no contexto imediato dos alunos, optou-se por considerar a produção textual acima um rico manancial para o ensino de língua portuguesa.
Paulo Valladares

A estilística de “Burguesinha”: um esboço de leitura

Ainda em relação aos adjuntos, é curioso notar que, no mesmo grupo do qual participam noções referentes acoisas (pra balada, na casa de praia etc), figuram expressões ¨coisificadas¨com a antecedência da preposição e o consequente valor adverbial (note-se, por exemplo, que a expressão NO ESTETICISTA, sem a antecedência da preposição em, seria originariamente O ESTETICISTA, do que decorre que todos os atos da burguesinha resvalariam em circunstâncias-coisas).
Paulo Valladares

Em resposta à gramatiquice…

O problema da tautologia, discutida nesses termos, é o de que ela não prevê que as relações de sentido não são, de fato, meramente uma relação fechada entre um significante e um significado, estabelecendo uma constante, como o queriam as ciências positivistas. Se a expressão ACABAMENTO fosse sempre o correlato semântico de DESFECHO, FINALIZAÇÃO, o que dizer, por exemplo, em relação à frase “esta mulher está ACABADA”, já que a palavra em maiúscula pode ser substituída por ENVELHECIDA?
Paulo Valladares

Ofício de solicitação

Nossa sociedade é extremamente engraçada. Falamos tanto em pós-modernidade, em vanguarda e, no entanto, modelos de comunicação historicamente marcados ainda nos assombram as mentes, num causar inveja a qualquer Allan Poe. E o que é pior: os mesmos que nos acusam de não usar a tecnologia, sob o argumento do “antenar-se com os novos tempos” são os mesmos que nos infundam o “anacrônico” pela goela.
Paulo Valladares

Pirulito que bate bate

O que diriam Van Gogh e Monet diante de um novo Impressionismo? Vejamos o Impressionismo. Movimento artístico surgido na França (...), baseia-se na idéia de que a criação na tela, constituída por "lances de tinta", era determinada pelos movimentos da natureza, particularmente do Sol. Tomando-se por base as orientações deterministas, isso seria outra maneira de insinuar que qualquer criação humana
Paulo Valladares

O Meu Amor

Paulo Valladares, Professor e Bacharel em Letras “O Meu Amor” / Composição: Chico Buarque O meu amor tem um jeito manso que é só seu...