Início » Wilson de Oliveira » Aumentam as chances de Marina Silva ser presidente da República!

Aumentam as chances de Marina Silva ser presidente da República!

Aumentam as chances de Marina SilvaDe acordo com alguns analistas internacionais, caso Marina Silva seja realmente a nova candidata do PSB à presidência, ela terá grandes chances de levar o pleito ao segundo turno, pois mudará significativamente o quadro das eleições, já que a senadora e ex-ministra deverá conquistar parte dos votos em branco e nulo e dos indecisos. Ainda de acordo com os analistas políticos, o mercado financeiro brasileiro deve permanecer volátil até que tudo sobre a candidatura ou não de Marina Silva seja definido, mas cresce a incerteza sobre quem iria para segundo turno com a presidente Dilma Rousseff, caso realmente haja segundo turno, como tudo leva a crer.

Para exemplificar o quadro das análises políticas, o Bank of America Merrill Lynch, aposta que se Marina não for a candidata escolhida pelo PSB, as chances de um segundo turno diminuem consideravelmente, já que nas últimas pesquisas eleitorais onde o nome da ex-ministra constava como presidenciável, Marina tinha 27% das intenções de voto, contra 16% de Aécio Neves (PSDB).

Já os pesquisadores do Goldman Sachs entendem que a campanha presidencial praticamente recomeçará e que até o atual momento ninguém ainda teria certeza das consequências do falecimento do candidato Eduardo Campos. Estes mesmos pesquisadores interpretam que Marina Silva pode conquistar uma boa parte dos eleitores ainda indecisos, principalmente os jovens que vivem nas grandes cidades e os desanimados com a política tradicional.

Outra instituição que também analisa a situação é o banco Brown Brothers Harriman (BBH), cujos analistas entendem que o episódio do acidente e morte de Eduardo Campos vai acabar distraindo as atenções no momento, e com isto ser positivo para Dilma, prejudicando Aécio, que precisa aumentar sua visibilidade. Os analistas do Brown Brothers Harriman interpretam que Marina sempre teve mais chances de chegar ao segundo turno do que Campos e que agora ela pode ter uma “chance real”, maior que a de Aécio Neves, de vencer Dilma.

O fato é que, por mais trágico que tenha sido o acidente e a morte do Eduardo Campos, Marina Silva, que ficou visivelmente abalada e sentida com tudo, passa a ter muitas chances de ser eleita presidente da República.

*Wilson de Oliveira é mineiro de Cataguases e divide sua vida entre Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Comentários

comentários

Comentários

  1. Teresinha Winter disse:

    O meu candidato morreu. Ele só o era por causa da Marina, porque eu votaria nela se tivesse ido sozinha. Agora, se o PSB resolver indicar mais um desconhecido, eu não voto pra presidente. Digo desconhecido porque esse Eduardo Campos, pra grande maioria do povo brasileiro, era desconhecido, sim, senhor. A conhecida era a Marina. Agora, chegou a vez dela, porque o titular saiu do jogo. Que não inventem moda. Porque Dilma e Aécio ninguém merece.

  2. Sra. Teresinha Winter: numa final entre Dilma e Aécio, qual será a sua decisão?
    Marina foi forjada nos hostes petistas. A senhora entende que ela se libertou dos pensamentos estreitos do PT? Pelo que consta, ela como o Eduardo eram a favor da taxação das grandes fortunas, ideia brotada da ex-deputada do PT e Psol Luciana Genro, que hoje é também candidata presidencial. Só que eles não explicam o que é grande fortuna.

  3. Emanuel Messias Muiz dos Santos disse:

    Bom, eu sei que sempre estive com Marina e não é agora que vou arregar, vou votar nela e se Deus quizer ela será a nossa presidenta, chega de Dilma e Aécio, são poiticos que pensam somente neles e nod deles,

  4. Teresinha Winter disse:

    Numa final entre Dilma e Aécio, eu não voto!!! Imposto sobre grandes fortunas existe em outros países. É só verificar como é feito esse cálculo. Que existem grandes fortunas, disso eu tenho certeza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*